CRIME

Corpo de mulher assassinada pelo marido na Imbiribeira segue no IML

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

O corpo de uma pescadora assassinada na Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, segue no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na Zona Sul do Recife. Gleiciane Kassia da Silva, de 31 anos, foi morta com uma facada no peito pelo próprio companheiro, Damião Wilson Martins de Santana, na Comunidade Ilha de Deus, na madrugada dessa quinta-feira (31),

Gleiciane morreu ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira. O suspeito ainda não foi preso. O caso será investigado pela delegada do Ipsep, Ana Luiza Mendonça.

O caso

Uma mulher foi morta no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife, na madrugada dessa quinta-feira (18). O principal suspeito é o companheiro dela, e o assassinato teria sido motivado por ciúmes. O crime aconteceu na casa onde o casal morava na comunidade de Vila Neto, na Ilha de Deus. A vítima, Gleiciane Cassia da Silva, de 31 anos, e o suspeito, Damião Wilson Martins de Santana, de 36, estavam juntos há mais de 15 anos.

Segundo um vizinho do casal, o suspeito havia bebido e usado drogas antes de entrar em casa, e eles brigaram. Depois da briga, a mulher teria ido dormir. De madrugada, o telefone dela tocou, o marido viu e começou uma nova discussão. Em seguida, ela foi agredida e esfaqueada no peito. 

A vítima foi socorrida por vizinhos e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, mas não resistiu. Depois do crime, o suspeito fugiu do local. A faca utilizada por ele não foi encontrada.

Segundo a família, tanto a vítima, quanto a mãe dela, já haviam feito diversas denúncias à polícia sobre as agressões, que eram constantes. A mãe da vítima contou que ela já havia tentado a separação várias vezes.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.