NORDESTE

OAB pede esclarecimentos sobre morte de 11 suspeitos em Alagoas

TV Jornal

Foto: Reprodução-Reprodução/TV Jornal

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Alagoas pediu esclarecimentos sobre as circunstâncias das mortes de 11 integrantes da quadrilha de ataques a bancos que agia pela região Nordeste. O grupo foi morto pela polícia em uma ação no Sertão de Alagoas na madrugada da última quinta-feira (8). Entre os mortos havia três pernambucanos.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-AL, Ricardo Morais, falou que a legislação brasileira não autoriza que seres humanos sejam mortos da forma como foram os 11 suspeitos e que a defesa dos Direitos Humanos é a defesa da Constituição.

Confira na entrevista exibida nesta segunda-feira (12) pelo Por Dentro com Cardinot.

Assista:

Relembre o caso:

Onze homens suspeitos de explodirem uma agência bancária em Pernambuco foram mortos durante um confronto com a Polícia Civil em Alagoas, na madrugada da quinta-feira, 8 de novembro. 

O delegado Fábio Costa, diretor da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) e um dos coordenadores da Operação Cavalo de Tróia, informou que alguns dos integrantes do grupo criminoso já estavam sendo investigados em Alagoas. “Houve um assalto em Águas Belas e estávamos no encalço de alguns deles. Acabamos encontrando a residência onde estavam escondidos”, disse o delegado.

O grupo estava escondido em uma casa no povoado de Areia Branca, Em Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas. Cerca de 30 agentes da Polícia Civil, contando com o apoio do agrupamento aéreo em um helicóptero, montaram um cerco ao local. O delegado informou que, ao receberem voz de prisão, os suspeitos reagiram e dispararam tiros contra os policiais, que reagiram.

“É um milagre estarmos vivos. A troca de tiros foi intensa”, disse um policial.

Reveja a reportagem:

Apreensões

Armas, incluindo fuzis, escopetas calibre 12 e pistolas, foram apreendidas no local. Os policiais também encontraram explosivos, dinheiro, e a caminhonete utilizada na ação em Águas Belas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.