ESPERANçA

Cães do Corpo de Bombeiros ajudam nas buscas em Brumadinho

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

O trabalho de busca que está sendo realizado pelos cães do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais foi uma das formas que o governo encontrou para ajudar a encontrar outros sobreviventes. De acordo com informações, na cidade, eles estão sendo vistos como heróis. 

Confira:

Número de mortos

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atualizou os números dos trabalhos de resgate de vítimas em Brumadinho (MG). O número de mortes confirmadas subiu de 115 para 121, com 93 corpos identificados. Além disso, são 226 desaparecidos e 395 pessoas localizadas. Os bombeiros trabalham na região com 294 militares, 15 aeronaves, 22 cães farejadores e seis drones.

Segundo já adiantou o Corpo de Bombeiros Militar do estado, não há como prever uma data de encerramento das buscas por vítimas. “A perspectiva é que, ao longo do tempo, com a lama se estabilizando, a gente vá mudando as técnicas operacionais e, a partir daí, a gente tenha um panorama. Hoje, é impossível cravar uma data final das operações. Infelizmente, não”, afirmou no último sábado (02), em coletiva de imprensa o chefe da equipe, coronel Erlon Dias do Nascimento Botelho.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.