OPERAÇÕES

Grupos de traficantes em Pernambuco são alvos de operações

De acordo com a Polícia, os alvos são três organizações violentas, extremamente perigosas, rivais e envolvidas com o tráfico de drogas

Grupos de traficantes em Pernambuco são alvos de operações

Ao todo, operações cumprem 27 mandados de prisão - Foto: Reprodução Polícia Civil

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quarta-feira (19), três operações que miram grupos criminosos envolvidos com tráfico de drogas e homicídios em Goiana e região. As organizações criminosas alvos das operações Catedral, Inquisito e Porta Clausa são grupos rivais e, segundo delegado Jean Rockfeller, as brigas entre elas resultaram em aproximadamente dez homicídios. "São três organizações violentas, extremamente perigosas, rivais, envolvidas com o tráfico de drogas, que estavam brigando entre si e gerando diversas ocorrências, principalmente de homicídio. A investigação ainda está em andamento, mas a gente acredita que nesta briga entre as organizações eles praticaram entre 8 e 10 homicídios na região", disse. 

As ações fazem parte da iniciativa do Pacto pela Vida, estão vinculadas à Diretoria Integrada Especializada e são resultado de investigações que tiveram início no mês de novembro de 2018. A operação Catedral é a 49ª operação de repressão qualificada do ano, enquanto a Inquisito e a Porta Clausa são a 50ª e a 51ª respectivamente. Todo os mandados foram expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Goiana.  

Dentro das prisões

Assim como em outras operações de repressão qualificada, a Catedral, Inquisito e a Porta Clausa também têm alvos que já estão presos. Desta vez, 13 pessoas encarceradas estão envolvidas nos crimes praticados pelos grupos. Drogas e armas também foram apreendidas durante a execução das operações. Trabalharam na operação 118 policiais entre delegados, agentes e escrivães.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.