SAúDE

Menino de 3 anos morre com suspeita de meningite em Caruaru

Menino de 3 anos estava internado desde terça-feira (9) no Hospital Mestre Vitalino (HMV), em Caruaru

Menino de 3 anos morre com suspeita de meningite em Caruaru

Menino faleceu no Hospital Mestre Vitalino - Foto: Divulgação/HMV

NE10 Interior

Um menino de 3 anos morreu, na tarde dessa quarta-feira (10), com um quadro suspeito de meningite. Morador da cidade de Cachoeirinha, no Agreste de Pernambuco, José Samuel Alves Costa estava internado desde terça-feira (9) no Hospital Mestre Vitalino (HMV), em Caruaru, também no Agreste.

O corpo do menino foi encaminhado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que ficará responsável pelo laudo que indicará a real causa da morte. Ele foi sepultado ainda na quarta-feira em Cachoeirinha.

Inflamações nas meninges

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que a criança realmente faleceu devido a inflamações nas meninges (meningite). Foi realizada a coleta do material, que será encaminhado para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, para análise do agente causador do quadro.

A secretaria destacou ainda que o menino não tinha a clínica compatível com doença meningocócica, que é transmissível de pessoa a pessoa. A SES-PE ressalta ainda, na nota, que está realizando toda a investigação do caso, juntamente com a IV Gerência Regional de Saúde (Geres).

Meningite

Através de um processo inflamatório, a meningite é uma doença que atinge o sistema nervoso. De acordo com o Ministério da Saúde, a meningite de origem infecciosa pode ser causada por diferentes agentes etiológicos, como as bactérias, os vírus, os fungos e os parasitas.

No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica ou seja, pode acontecer ao longo de todo o ano. A ocorrência das meningites bacterianas é mais comum no outono/inverno, e das virais na primavera/verão.

Entre os sintomas estão febre alta e persistente, forte dor de cabeça, dor na nuca com rigidez no pescoço, vômitos, perda de apetite, sonolência, confusão mental, agitação, entre outros.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.