INVESTIGAçãO

Ex-marido de mulher atacada com substância química no Recife é ouvido

Duas pessoas jogaram uma substância química na mulher. A família acredita que o ex-marido dela pode ter relação com o crime

Ex-marido de mulher atacada com substância química no Recife é ouvido

Mulher tem 28 anos - Foto: Reprodução/TV Jornal

O ex-marido e familiares da mulher atingida por substância química, na última quarta-feira (17), na Zona Norte do Recife, foram ouvidos pelo delegado Douglas Camilo. Peritos do Instituto de Criminalística recolheram material para tentar identificar qual substância foi jogada na vítima. A gestora de recursos humanos de 28 anos foi atacada com uma substância química quando ia para casa após o trabalho no bairro do Vasco da Gama. A família suspeita que o ex-marido da vítima possa ter relação com o crime.

A mulher continua internada no Hospital da Restauração, na área central do Recife. De acordo com a assessoria do HR, ela está estável, mas sem previsão de alta.

Relembre o caso

Após o caso de uma mulher atingida no rosto e corpo com ácido sulfúrico pelo ex-companheiro e o amigo dele, uma gestora de recursos humanos de 28 anos foi atacada, nesta quarta-feira (17), com uma substância química no bairro do Vasco da Gama, na Zona Norte do Recife. De acordo com familiares, com queimaduras nas costas, tórax e pescoço, a mulher foi socorrida por uma vizinha e levada para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, na área central do Recife. A família suspeita que o ex-marido da vítima possa ter relação com o crime.

Para a polícia, a vítima relatou que, por volta das 12h, saía da escola onde trabalha para almoçar em casa, quando foi abordada por duas pessoas encapuzadas em uma motocicleta. Ainda segundo a vítima, recentemente, ela foi assaltada e ameaçada de morte. A família teme que o ex-marido esteja envolvido nos crimes, já que ele não aceitou o pedido de divórcio.

Segundo o delegado Diego Acioly, que está à frente do caso, inicialmente, a polícia não pode afirmar que houve uma tentativa de feminicídio.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.