POLíCIA

Suspeitos de matar menino de 8 anos são flagrados estuprando mulher

O menino Lucas Vinícius da Silva, de 8 anos, desapareceu no dia 15 de julho e seu corpo foi encontrado dias depois em um matagal

Suspeitos de matar menino de 8 anos são flagrados estuprando mulher

Lucas Vinícius desapareceu no dia 15 de julho e seu corpo foi encontrado cinco dias depois - Foto: Arquivo pessoal

Com informações da Rádio Jornal

Dois homens suspeitos de assassinar um menino de 8 anos, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, foram presos. Lucas Vinicius da Silva desapareceu no dia 15 de julho e seu corpo foi encontrado em um matagal. Os suspeitos foram flagrados estuprando uma mulher.

Luciano de Jesus, de 40 anos, e Lucas da Silva, de 18, foram vistos por um morador que percebeu uma sombrinha em uma área de mata e ouviu os gritos da vítima. Ao serem vistos, os dois tentaram fugir, mas foram detidos pela população.

Segundo informações da Rádio Jornal, a prisão foi confirmada pelo delegado titular da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, Eric Costa, nessa quinta-feira (1º).

>> Garanhuns: Menino de 8 anos que estava desaparecido é encontrado morto

>> Garanhuns: Menino de 8 anos encontrado morto é enterrado sem velório

>> Suspeitos de matar menino de oito anos em Garanhuns são presos

 

Prisão

Segundo a polícia, os homens confessaram o crime. O delegado Eric Costa Cândido contou que  a prisão aconteceu porque os suspeitos estavam envolvidos em um estupro. Houve divergências nas versões apresentadas, até que eles confessaram. Confira o que ele disse, em entrevista à Rádio Jornal Garanhuns.

O caso

O desaparecimento do menino mobilizou os moradores da cidade. Em 15 de julho, ele saiu da rua Santa Rita de Cássia, no bairro de Massaranduba, em Garanhuns, enviado pelo avô, para levar um recado. A criança sumiu ao voltar para casa e o seu corpo foi encontrado dias depois, em estado de decomposição, em um matagal, no bairro de Novo Heliópolis.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.