SAúDE

Dermatologista explica como evitar espinhas

A dermatologista, Carolina Coelho, revela segredos

Dermatologista explica como evitar espinhas

Acne é causada por infecção ou inflamação das glândulas sebáceas na base dos pelos. - Foto: Reprodução/TV Jornal

A telespectadora Adriana, de 38 anos, do bairro de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, mandou uma pergunta através do Whatsapp para o programa Por Dentro com Cardinot, nesta segunda-feira (20), e disse que surgiram várias espinhas em seu rosto. Bastante preocupada, ela quer saber como pode evitar a acne. A demartologista Carolina Coelho responde a questão.

"Uma acne que está começando, aos 38 anos, é uma acne de causa hormonal. A acne é comum em adolescentes e quando termina a adolescência, em 90% das pessoas, a acne fica boa. Em adultos, quando a acne persiste e está aumentando, deve procurar o dermatologista para fazer o exame de sangue para investigar se os hormônios estão normais", informa.

A doença

A acne é uma doença de pele que ocorre quando as glândulas secretoras de óleo (glândulas sebáceas) tornam-se inflamadas ou infectadas, provocando cravos, espinhas, cistos, caroços e cicatrizes.

Como ocorre?

Acne é causada por infecção ou inflamação das glândulas sebáceas na base dos pelos. Os poros da pele ficam cheios deste material, formando os chamados cravos. Estes podem romper-se, liberando o material de seu interior na pele, gerando as espinhas.

Sintomas

Cravos brancos, que são glândulas sebáceas obstruídas, com seu orifício fechado
Cravos pretos, que são glândulas sebáceas obstruídas, cujo orifício está aberto. O óleo torna-se escuro quando exposto ao ar
Pústulas (espinhas), que são glândulas sebáceas vermelhas, inflamadas, infectadas, algumas vezes cheias de pus.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.