DENúNCIA

Idoso sofre AVC e fica internado em uma cadeira de rodas, no Recife

De acordo com a família, o idoso ficou 24 horas sem ter uma maca

Idoso sofre AVC e fica internado em uma cadeira de rodas, no Recife

O vídeo do idoso na cadeira de rodas foi encaminhado para a produção da TV Jornal - Foto: Cortesia

Um idoso, de 66 anos, identificado como Eronildo Bernardo dos Santos, sofreu um AVC e foi socorrido para a UPA da Abdias de Carvalho, em Torrões, Zona Oeste do Recife. Segundo a família, ele deu entrada na noite da quinta-feira (24) e ficou até a tarde da sexta (25), em uma cadeira de rodas, por falta de maca.

O motofretista, Gleybson Bernardo, que é filho do idoso, estava indignado com a situação que o pai estava passando. “Ele está com uma dor forte nos rins e dor na coluna de ter passado tanto tempo sentado”, disse ele.

Durante a gravação da matéria, representantes da UPA explicando que o problema foi solucionado e que o paciente teria sido transferido para o Hospital da Restauração, onde havia macas disponíveis.

Tentativa de contato

Confira a resposta da unidade de saúde na íntegra:

Esclarecemos que o paciente Eronildo Bernardo dos Santos foi atendido em nossa unidade (UPA Torrões) às 22h30 do dia 24/10, onde aguardava remoção para o Hospital da Restauração (HR). Desde a data citada estávamos em busca ativa pela liberação de nossas macas, que se encontravam retidas nos grandes hospitais. Entretanto, contamos com o apoio do SAMU para agilizar a transferência deste e outros pacientes que aguardavam remoção (Sr. Eronildo foi o quinto paciente transferido no dia pelo SAMU).

Destacamos que o problema da retenção de macas nos grandes hospitais é antigo e já vem sendo tratado em diversas reuniões com a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério Público, ainda sem solução. Além disso, conforme citado pelo paciente (consta em Prontuário Médico), ele havia sido atendido no dia 24/10 na UPA Curado, onde também aguardou maca para transporte. Posteriormente tentou atendimento por conta própria no Hospital da Restauração, sem sucesso, e só assim veio até a UPA Torrões, onde, em decorrência do alto comprometimento das equipes médicas, foi realizada a transferência.

Lamentamos o ocorrido e informamos que estamos acompanhando a situação e procedendo da melhor forma possível.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.