COVID-19

Coronavírus: São João e outros eventos em Pernambuco podem ser cancelados; entenda

A recomendação do Tribunal de Contas e o Ministério Público de Pernambuco é evitar aglomerações

Coronavírus: São João e outros eventos em Pernambuco podem ser cancelados; entenda

O São João de Caruaru é muito aguardado pelas pessoas todos os anos - Foto: Jorge Farias/Divulgação/Prefeitura de Caruaru

O Tribunal de Contas e o Ministério Público de Pernambuco recomendam que os municípios do Estado não realizem eventos que causem aglomeração. Diante disso, a festa de São João corre risco de ser adiada, por exemplo. Em entrevista ao Por Dentro com Cardinot, nesta segunda-feira (06), o presidente do TCE-PE reforçou sobre que o objetivo é evitar a propagação do coronavírus.

>>>Bebê de grávida morta por coronavírus precisa de doação de leite<<<

>>>Técnicas de enfermagem morrem com suspeita de coronavírus no Recife<<<

''Não existe ainda um alerta oficial do Tribunal de Contas de Pernambuco sobre o assunto, mas existe um concesso entre os conselheiros. Não é momento de festa e sim de planejar a área da saúde, e dar apoio as pessoas que estão em dificuldade, pois precisam trabalhar o dia inteiro, como também (ajudar) para as pequenas empresas. Os municípios precisam se preparar para implantar leitos (nos hospitais)'', afirmou Dirceu Rodolfo.

Caruaru

A produção do Por Dentro com Cardinot entrou em contato com a Prefeitura de Caruaru, que é considerado um dos maiores do Brasil, e o presidente da Fundação de Cultura do município, Rubens junior, enviou um vídeo falando sobre a possibilidade de cancelar a festa junina. 

Coronavírus

Em relação ao contato entre as pessoas, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou que o novo coronavírus pode alcançar toda a população. O contágio não quer dizer, no entanto, que todas essas pessoas desenvolverão os sintomas da doença. A afirmação pode embasar o pensamento do Tribunal de Contas e do Ministério Público de Pernambuco. 

''Esse vírus tem alta transmissibilidade e alta letalidade. É incompreensível fazer um evento onde as pessoas interagem e estão sempre em contato'', completou o presidente do TCE-PE, Dirceu Rodolfo.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.