DENúNCIA

Coronavírus: Enfermeiros não receberam gratificação de insalubridade, afirma sindicato

A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco em favor dos profissionais de Saúde

Coronavírus: Enfermeiros não receberam gratificação de insalubridade, afirma sindicato

A denúncia foi exibida no Por Dentro Com Cardinot - Foto: Reprodução/TV Jornal

O Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco denunciou que os profissionais de Saúde, da linha de frente no combate ao novo coronavírus, não receberam a gratificação por insalubridade nos hospitais do Estado. Além disso, o sindicato alega que os profissionais de saúde estão usando máscaras sem qualidade e seguem com o risco de contaminação. Além disso, A denúncia foi exibida nesta quarta-feira (22), no programa Por Dentro Com Cardinot. 

O que é insalubridade?

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), é considerada atividade insalubre aquela em que o trabalhador é exposto a agentes nocivos à saúde acima dos limites tolerados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Nota da SES-PE

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informa que está em permanente contato com a categoria e tem reunião agendada, esta semana, com o Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco (SEEPE). Importante reforçar que o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), tem monitorado permanentemente o abastecimento e os estoques de equipamentos de proteção individual (EPIs) das unidades da rede estadual de saúde e deflagrado diversas ações para garantir a compra de itens de acordo com as especificações técnicas recomendadas pelos órgãos de controle, visando garantir a segurança do profissional de saúde e dos pacientes.

Sobre as gratificações, a Secretaria Estadual de Saúde informa que está em permanente contato com a categoria e tem reunião agendada, esta semana, com o Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco. A nota diz ainda que o governo tem monitorado permanentemente o abastecimento e os estoques de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Além disso, tem deflagrado diversas ações para garantir a compra de itens de acordo com as especificações técnicas recomendadas pelos órgãos de controle.

Capas de chuva ao invés de equipamento contra o coronavírus

Na última segunda-feira (20), o Sindicato dos Enfermeiros denunciou que capas de chuvas estariam sendo entregues aos profissionais de Saúde para se protegerem contra o novo coronavírus, durante atendimento no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no Recife, ao invés dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). De acordo com sindicato, as capas não são feitas para uso em ambiente hospitalar.

Nota do Hospital

A direção do hospital disse que fez inúmeras tentativas ao longo da semana para viabilizar a entrega de aventais impermeáveis e uma compra de 25.000 deles está com entrega programada para amanhã. Porém, a indisponibilidade das empresas para entrega imediata ocasionou essa situação.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.