RESPOSTA

Após denúncia de gastar R$ 670 milhões, Prefeitura do Recife esclarece valores do combate ao coronavírus

‘’Não há nenhuma ação pública mais importante do que salvar vidas da covid-19’’, argumentou o secretário de saúde do Recife, Jailson Correia

Após denúncia de gastar R$ 670 milhões, Prefeitura do Recife esclarece valores do combate ao coronavírus

Deputada estadual, Priscila Krause (E), e secretário estadual de saúde, Jailson Correia (D) - Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem e Reprodução/TV Jornal

Após a deputada estadual Priscila Krause afirmar que a Prefeitura do Recife gastou R$ 670 milhões no combate ao vírus da covid-19 até o dia 12 de maio, sendo o maior gasto no Brasil inteiro. O secretário municipal de saúde, Jailson Correia, explicou a necessidade do valor gasto e defendeu a importância dos investimentos no combate à pandemia da novo coronavírus. 

>>>MPPE solicita ao Recife informações sobre gastos públicos no enfrentamento ao novo coronavírus<<<

‘’O quem apresentado pela deputada é um valor empenhado, que é um procedimento administrativo que faz uma reserva de orçamento para eventual uso desses recursos. O que tem de fato gasto com a aquisição de equipamento chega a R$ 123 milhões, dos quais R$ 26 milhões são recursos federais recebidos. O restante é um esforço que a municipalidade fez porque encarou que hoje não há nenhuma ação pública mais importante do que salvar vidas da covid-19’’, afirmou o secretário de saúde do Recife, Jailson Correia. 

De acordo com a deputada, os números foram retirados do 'Portal da Transparência' da própria Prefeitura do Recife, que é obrigada a divulgar os dados por lei.

Coronavírus em Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) atualizou os números de coronavírus em Pernambuco. Até esta quarta-feira (20), foram confirmados 22.560 casos e 1.834 mortes pela covid- 19.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.