PANDEMIA

Olinda testa população de rua para coronavírus

Ação vai seguir até o final do mês fazendo testes rápidos para coronavírus em população em situação de rua

Olinda testa população de rua para coronavírus

A Secretaria de Saúde de Olinda, através do Consultório de Rua, fez 20 testes nas pessoas de situação de rua nos bairro do Carmo, Varadouro e Cidade Alta, na manhã desta quarta-feira (03.06) - Foto: Divulgação - Prefeitura de Olinda

O município de Olinda, no Grande Recife, fez a testagem rápida do novo coronavírus em pessoas em situação de rua da cidade. Na manhã desta quarta-feira (03), foram realizados 20 testes nos bairro do Carmo, Varadouro e Cidade Alta. De acordo com a pasta, ninguém teve teste positivo para Covid-19. A ação é realizada pela Secretaria de Saúde de Olinda, através do Consultório de Rua.

Segundo o organizador do Consultório de Rua de Olinda, Mário Costa, a meta é fazer a análise em 20 pessoas por dia até o fim do mês, "ou até quando for preciso".  "Essas pessoas testadas já vinham sendo acompanhadas há algum tempo. Vamos diariamente aos locais onde elas estão para fazer o monitoramento mais específico, já que somos uma equipe volante. Notamos também que todos estavam usando máscaras que já havíamos distribuído", disse o coordenador do Consultório de Rua de Olinda, Mário Costa.

População de rua aumentou 

De acordo com o coordenador, a população de rua de Olinda mudou porque muitas pessoas entraram nessa situação pela impossibilidade de conseguir renda devido às orientações de distanciamento social. "Fazemos o trabalho baseado no acolhimento da Casa das Três Marias. Se a pessoa é atendida lá eles nos informam e vamos fazer a busca na praça". A Praça do Carmo recebe, atualmente, cerca de 60 pessoas em situação de rua por dia.

A testagem rápida de Covid-19 chega no bairro de Peixinhos, às 8h, nesta quinta-feira (04) e em Rio Doce na sexta (05).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.