CORONAVíRUS

Shoppings do Grande Recife vão operar, inicialmente, apenas com drive thru

Veja como deve funcionar o drive thru dos shoppings do Grande Recife

Shoppings do Grande Recife vão operar, inicialmente, apenas com drive thru

Comércio nacional deve ter neste ano prejuízo de cerca de R$ 19,6 bilhões - Foto: Arquivo/Agência Brasil

Conforme plano gradual de abertura da economia definido pelo governo de Pernambuco anunciado na última segunda-feira (1º), os shopping centers começam a operar a partir do próximo dia 15 em sistema de drive thru. Assim, o cliente faz as compras online, paga com cartão ou boleto e passa no mall apenas para pegar o produto em pontos de entrega que serão instalados no estacionamento. A alternativa para aumentar as vendas durante a pandemia do coronavírus já é adotada em outros equipamentos no País.

>> Para o presidente da Associação Pernambucana de Shopping Center (Apesce), Paulo Carneiro, o plano de reabertura foi frustrante para a atividade 

O Governo do Estado ainda não definiu uma data para a reabertura efetiva dos shopping, mas os estabelecimentos já começaram a se preparar para se adequar aos novos protocolos necessários para o retorno das atividades. Para atender a clientela, os malls vão obedecer protocolos sanitários específicos para garantir a segurança de clientes e colaboradores e reduzir as chances de contágio. 

>> Shoppings do Grande Recife estão preparados para receber clientes após cuidados contra coronavírus

Plano para reabertura das atividades em Pernambuco

Depois de quase três meses de suspensão das atividades econômicas por causa da pandemia do novo coronavírus, o Governo de Pernambuco deu detalhes sobre o plano de reabertura previsto para ser concluído em agosto. As informações foram divulgadas no dia em que Pernambuco se aproximou dos 35 mil casos e 3 mil mortes pelo novo coronavírus.

O Estado estabeleceu cinco fases e 11 etapas do plano de reabertura e convivência da atividade econômica com a covid-19. Segundo o Governo do Estado, Pernambuco está no 4º nível no que diz respeito à retomada das atividades econômicas. O poder público não consegue ainda precisar o tempo que será necessário para sair do atual estágio até o nível 1, que seria um "novo normal", com 100% da cadeia produtiva operando sob a vigência de novos protocolos de higienização e distanciamento social. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.