INVESTIGAçãO

PF cumpre mandados no Recife em operação contra o tráfico internacional de drogas

Mais de duas toneladas de cocaína foram encontradas no Porto de Ilhéus. A PF busca identificar os responsáveis pela droga

PF cumpre mandados no Recife em operação contra o tráfico internacional de drogas

Polícia Federal e MPF fazem operação Lava Jato no Rio - Foto: Tomaz Silva/ABr

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta segunda-feira (21), uma operação que mira o tráfico internacional de drogas. A Operação Ephestia dá continuidade às investigações que resultaram na apreensão de mais de duas toneladas de cocaína no Porto de Ilhéus, entre os dias 19 e 20 deste mês. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em endereços vinculados à empresa exportadora, tanto em Recife, onde se localiza a sua sede, quanto na Bahia, em Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, onde a carga de soja teria sido carregada.

No Recife, foi dado cumprimento a dois mandados de busca e apreensão no bairro de Boa Viagem, onde está localizada a sede da empresa exportadora responsável pelo transporte da soja, que seria embarcada para o porto de Roterdã na Holanda. A ação no Porto de Ilhéus contou com a participação e o apoio da Guarda Portuária, da Companhia das Docas do Estado da Bahia, da Receita Federal e da Polícia Militar.

Identificação dos responsáveis

Com a ação, a Polícia Fderal busca aprofundar as investigações, com a obtenção de provas que levem à identificação dos responsáveis pela carga ilícita e o desbaratamento da organização criminosa. Cerca de 30 policiais federais cumprem os mandados expedidos pela 13ª Vara da Seção Judiciária da Bahia.

O nome da operação, Ephestia, faz alusão a uma praga muito comum na armazenagem de grãos. Assim como esta praga, a ocultação de drogas em cargas de grãos tem se disseminado nos portos brasileiros utilizados como rota pelo tráfico internacional. O contínuo enfrentamento ao tráfico de drogas já permitiu, em 2020, que a Polícia Federal tenha apreendido mais de 9.5 toneladas no de cocaína apenas em território baiano.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.