INSEGURANçA

SDS: Pernambuco registra 20.886 roubos nos primeiros 3 meses de 2019

TV Jornal | JC Online

-Reprodução/TV Jornal

A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou nesta sexta-feira (12) um balanço do número de roubos do primeiro trimestre de 2019 em Pernambuco. De acordo com o relatório, foram registradas 20.886 ocorrências, o que representa uma queda de 19,3% em relação ao mesmo período em 2018, quando ocorreram 25.881 registros.

No mesmo balanço, a SDS também informou que houve recuo de 12,55% na quantidade de roubos no mês de março. Segundo a Secretaria, o número caiu de 8.747 para 7.649, no comparativo com 2018, em todo o Estado. Com isso, março foi o 19º mês seguido em que houve redução de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs).

Agreste e Zona da Mata lideram queda

De janeiro a março deste ano, o Agreste teve o maior percentual de queda entre as regiões do Estado. Foram 3.510 ocorrências no trimestre passado. No ano de 2018, houve 5.320 registros. A queda foi de 34,02%. A Zona da Mata teve 23.85% roubos a menos registrados do que o primeiro trimestre de 2018.  Foram 2.503 contra 1.906 do ano passado.

No Sertão de Pernambuco os números saíram de 1.536, em 2018, para 1.172, neste ano. Com o resultado, houve redução de 23,7% CVPs. Já a Região Metropolitana do Recife (RMR), excluindo a capital pernambucana, registrou 6.617 roubos no mês de fevereiro, contra 7.717 do mesmo mês de 2018. Uma queda de 14,25%.

O Recife também teve um menor número desse tipo de criminalidade verificada em todo o Estado. Com menos 12,77%, a capital passou de  8.805 para 7.681 no período.

CRIMES

Roubos de celulares

Os números de roubos de celular também diminuíram comparação com primeiro trimestre de 2018, foram 13% queixas a menos a respeito dessa modalidade de CVP. As ocorrências saíram de 9.690 para 8.409 casos.

Assaltos a ônibus

Os roubos a transportes coletivos caíram 18,36% no primeiro trimestre de 2019, passando 207 no mesmo período em 2018 para 169 casos este ano. De 1º de janeiro até o final de março deste ano, a Força-Tarefa Coletivos prendeu 53 praticantes de investidas criminosas a ônibus e outros veículos do transporte público de passageiros.

Bancos e instituições financeiras

Em relação a crimes violentos contra bancos, caixas eletrônicos e carros de transporte de valores, a queda foi de 53%, no primeiro trimestre deste ano, saindo de 19 casos no mesmo período em 2018 para nove em 2019.

Roubo de veículos e cargas

De janeiro a março do ano passado, vítimas de roubo de veículos relataram 4.322 casos. No mesmo período em 2019, foram 3.044 registros, uma queda de 29,57%. De maneira semelhante, os crimes violentos com o objetivo de subtrair cargas apresentaram diminuição de 43%. As ocorrências decresceram de 149 para 85.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.