MéDICO UFRPE

'‘Acusações são inconsistentes’', afirma defesa de suspeito de assédio

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

A defesa do médico acusado de assediar alunos da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) conversou com uma equipe da TV Jornal e afirmou que as acusações contra o cliente dele são inverídicas. “Essas denúncias são inconsistentes. O que nos causa ‘estranheza’ é que elas tenham vindo à tona por meio de redes sociais. Se ele tivesse tomando uma postura dessas em outras unidades a gente já teria conhecimento”, relatou o advogado Luiz Carlos Cavalcanti.

Confira:

Relembre o caso

Alunos da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) denunciaram que sofreram assédio sexual por parte de um médico responsável pela avaliação física do Departamento de Qualidade de Vida. De acordo com a denúncia, os assédios eram cometidos durante exames exigidos para as aulas de educação física, dentro do consultório.

De acordo com as denúncias, os primeiros casos foram registrados no ano passado, quando foi aberto um processo administrativo. Em nota, a UFRPE disse que as investigações correm em sigilo e garantiu que, logo a após a conclusão, tomará as medidas cabíveis. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.