ESTRADA DE ALDEIA

Periciado segundo carro que teria sido usado em ação contra empresário

Carro foi encontrado carbonizado

Periciado segundo carro que teria sido usado em ação contra empresário

Carro foi encontrado carbonizado - Foto: TV Jornal / Reprodução

O segundo carro que teria sido usado na investida que terminou com um empresário de 79 anos morto foi periciado na tarde dessa terça-feira (23). O veículo foi encontrado por populares na estrada que dá acesso a barragem de Goitá, no distrito de Guadalajara, em Paudalho. O veículo, modelo Duster, foi completamente carbonizado e foi a fumaça que chamou a atenção dos moradores. 

A polícia acredita que o carro tenha sido usado pelo grupo envolvido no assassinato do empresário Mário Cavalcante de Gouveia Júnior, de 79 anos. A vítima foi abordada em casa, no km 17 da Estrada de Aldeia - onde também funciona o Parque Aquático Águas Finas.

Cerca de 20 homens fortemente armados e encapuzados renderam os vigilantes e invadiram o local. O empresário ainda tentou reagir, mas foi atingido por pelo menos 10 disparos. Cápsulas de pistola ponto 40, fuzil e espingarda calibre 12 foram recolhidas na rua e no imóvel. Ele chegou a ser socorrido, no próprio helicóptero, mas não resistiu aos ferimentos.

Primeiro carro encontrado

Nessa terça-feira, um outro veículos usados pelos criminosos foi encontrado no bairro do Cordeiro, com manchas de sangue no assento do motorista e sinais de que os criminoso tentaram incendiar o carro.

Sepultamento

O empresário Mário Cavalcanti Gouveia Junior, de 79 anos, morto na madrugada desta terça-feira (23), dentro de casa na Estrada de Aldeia, na Região Metropolitana do Recife (RMR), foi sepultado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, também na RMR. O corpo do empresário foi liberado do Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife, na tarde desta terça-feira (23).

Através das redes sociais, o Parque Águas Finas comunicou o luto e informou que o local permanecerá fechado pelos próximos três dias. "Nós que fazemos o Parque Águas Finas lamentamos profundamente o falecimento do nosso fundador. Continuaremos o legado do Sr. Mario, que era dar diversão às pessoas e proporcionar um parque único a todos", diz a nota.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.