Série B

Sport enfrenta o Coritiba com o objetivo de recuperar pontos perdidos e voltar ao G-4

“Será um grande jogo. Duas equipes que têm a camisa pesada no cenário nacional", comentou o volante rubro-negro Charles

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 01/08/2019 às 17:57
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

Um duelo das duas camisas mais pesadas de Série B. Como já era de se esperar antes do início da competição, Sport (6º, com 22 pontos) e Coritiba (4º, com 22) brigam na parte de cima da tabela e disputam nesta quinta-feira (31) um confronto direto, às 21h30, na Arena Pernambuco, para saber quem vai terminar a 14ª rodada da Segundona dentro do G-4.

“Será um grande jogo. Duas equipes que têm a camisa pesada no cenário nacional. Jogo muito importante pela situação da tabela. Quem ganhar trava o concorrente e passa três pontos à frente. Mais ou menos como fizemos contra o Paraná, travamos eles e ficamos no G-4. Vai ser um jogo duro, pois o Coritiba vem de uma vitória (diante do Botafogo-SP) em casa. Sabemos que Rodrigão (artilheiro da Série B com nove gols) está suspenso... É um grande desfalque pra eles, mas tem outros bons jogadores do outro lado. É procurar minimizar os erros, as desatenções em geral que estamos tendo durante as partidas e buscar essa vitória que será importante para a nossa trajetória”, falou o volante Charles.

Para esse árduo confronto, o técnico Guto Ferreira não deve contar com o lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni, que acabou sofrendo uma torção no tornozelo direito na partida contra o Guarani. Como Sander também está se recuperando de lesão (luxação no cotovelo), a alternativa será improvisar o lateral-direito Raul Prata na posição. Quem é dúvida para o confronto é o zagueiro Adryelson - também sofreu uma pancada no tornozelo no último jogo. Caso não tenha condições, Eder Ferreira deve assumir a titularidade. Outra novidade que pode pintar na equipe titular do Sport é o meia Sammir. Como Leandrinho está se queixando de dores no calcanhar e na coxa, e não treinou nesta quarta-feira (31) à tarde, Guto pode optar pela entrada do brasileiro naturalizado croata no meio de campo, já que ele está mais inteiro para o jogo.

Mesmo com algumas mudanças em relação ao último jogo, os rubro-negros sabem que precisam voltar a vencer dentro de casa para se consolidar no grupo de acesso à Série A. “A tabela está nos ajudando. Temos de fazer o que estamos fazendo nos treinos, mas entrar mais focados nas partidas para conquistar as vitórias e permanecer no G-4. Os líderes estão dando oportunidades para gente e temos de aproveitar para ficarmos lá em cima na tabela”, explicou Charles. Apesar de o Sport não ter vencido o Guarani na Arena Pernambuco, o volante rubro-negro aprovou a experiência de atuar no estádio de São Lourenço da Mata. “É diferente de jogar na Ilha do Retiro, mas a experiência foi boa na Arena. O torcedor compareceu em bom número e espero que nos ajude de novo. Vamos fazer de tudo para sairmos de campo com a vitória, pois será fundamental nessa nossa trajetória”, contou.

Retrospecto

O Leão precisa melhorar o seu desempenho como mandante nessa Segundona, já que das sete partidas que disputou como mandante, venceu três e empatou outras quatro (desperdiçando oito pontos dentro de casa), com um rendimento de 62% em jogos diante do torcedor rubro-negro. O próprio zagueiro Rafael Thyere, em coletiva concedida nesta semana, reforçou o discurso que o Sport “precisa encontrar alternativas jogando em casa para furar a retranca adversária”. Algo que a equipe leonina vem encontrando bastante dificuldade.

+VÍDEOS