Tranquildade

Santa Cruz tem semana mais tranquila, após encerrar sequência sem vitória

O Tricolor tem confronto decisivo contra o Confiança no próximo domingo (11) em Aracaju-SE

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 06/08/2019 às 16:15
Acervo/JC Imagem
FOTO: Acervo/JC Imagem
Leitura:

Apesar de ainda estar com a faca no pescoço no que diz respeito às chances de classificação para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro, a tendência é que o Santa Cruz tenha uma semana menos turbulenta na preparação para o duelo contra o Confiança, no próximo domingo, em Sergipe, pela 16º rodada da competição. Isso porque o técnico Milton Mendes deve contar com alguns retornos para esse jogo, como por exemplo o volante Charles e o atacante Misael. Peças que ao menos podem dar maior número de opções ao treinador coral na montagem.

Desses, quem com certeza deve jogar é Charles, que é considerado o homem de confiança de Milton Mendes. O comandante coral vai indicar quem vai sair no meio-campo apenas durante a semana. Já no que diz respeito a Misael a situação é um pouco diferente. Como o jogador iniciou a transição após sofrer estiramento na coxa direita, não é certo que ele volte como titular já contra o Confiança.

Além desses retornos, o clima de otimismo provocado pela vitória heroica sobre o Imperatriz e o desfecho da rodada – que deixou o time a dois pontos do G-4 – também podem ajudar. “Começou o nosso mata-mata. Sabemos das dificuldades, mas estamos focados na vitória. Enquanto tivemos chances vamos lutar. Estamos acreditando e vamos acreditar até o último jogo. Vamos a Sergipe para ganhar”, disse o meia Everton confiante na classificação.

Outro aspecto que pode beneficiar a Cobra Coral é o fato de encarar dois adversários diretos nos últimos três jogos da fase de grupos. Além do Confiança, a equipe enfrenta ainda o Náutico na última rodada. O Globo-RN será entre os dois compromissos.

Pipico

Por outro lado, o Santa Cruz ainda não pode contar com o atacante Pipico, que se recupera de lesão na panturrilha esquerda. Autor de sete dos 20 tentos marcados pela equipe no Brasileiro, o artilheiro coral na temporada tinha uma previsão inicial de retorno estipulada em três semanas, o que colocaria em cheque a sua presença no clássico contra o Náutico. No entanto, com a evolução do quadro clínico, é possível que o atacante esteja de volta ao time na última rodada.

+VÍDEOS