Denúncia

Moradores de Paulista denunciam que estão sem coleta de lixo há oito dias


A população reclama que está correndo riscos de doenças devido ao acúmulo de lixo

ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
Publicado em 07/08/2019 às 18:06
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Os moradores do Conjunto Beira Mar, no bairro do Janga, em Paulista, reclamam que convivem diariamente com o acúmulo e entulhos de lixo ao ar livre nas ruas e calçadas. na rua Honorato Fernandez da Paz, uma das principais do bairro a situação é de impressionar, o lixo se acumula até nas calçadas.

Na rua Tacaratu e na rua Madalena o mesmo problema, a dona de casa Dilma Soares, reclama da quantidade de ratos que a falta de manutenção de coleta de lixo acarreta. O mau cheiro e os insetos também vem causando diversos problemas de saúde aos moradores, segundo a artesã Sônia Barreto.

Em nota, a Secretaria de Infra Estrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente do bairro de Paulista esclarece que uma nova empresa de limpeza urbana já está atuando na cidade. O município fez a contratação de forma emergencial depois de uma avaliação de órgãos de controle, como o Ministério Público e o Tribunal de Contas. Desde então, vários serviços estão sendo intensificados, inclusive a coleta de lixo.

Lixo em Goiana: processo de impeachment contra atual prefeito teria piorado a situação

Muito lixo também no município de Goiana, aqui na região metropolitana do Recife. De acordo com os moradores, a rua da Empueira estava hoje tomada pela sujeira e pela lama, dificultando até a passagem dos carros. Na rua da Ponte o cenário é parecido: sacos de lixo pra todo lado, por conta da demora na coleta.

Os animais é que se aproveitam pra rasgar os sacos e piorar a situação. Goiana, inclusive, é o local onde corre o processo de impeachment contra o atual prefeito: Osvaldo Rabelo Filho, por causa de contratos supostamente superfaturados na área de limpeza urbana. Os 15 Vereadores votaram a favor do afastamento do Prefeito e de acordo com eles, o valor do contrato do lixo subiu 5 milhões em um intervalo de 5 anos.

+VÍDEOS