Denúncia

Vereador de Igarassu afirma que vem recebendo ameaças há dois meses


Segundo Paulo Uchôa, uma das ameaças recebidas foi através da internet

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 09/08/2019 às 15:36
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

O vereador da cidade de Igarassu, Região Metropolitana do Recife, contou nesta sexta-feira (09), que vem recebendo ameaças nos últimos dois meses. Segundo a autoridade, uma delas foi através da internet, quando um perfil ligado a página do Facebook publicou um texto afirmando "Uchôa bom é Uchôa morto. Posso me acostumar com essa versão".

De acordo com o vereador, ele acredita que essas ameaças estão acontecendo por conta das denúncias relacionadas ao atual prefeito de Igarassu, Mário Ricardo, que está no seu segundo mandato.

"É de pessoas ligadas a prefeitura e do próprio prefeito que anda por aí dizendo que isso não vai ficar assim. Porque eu tenho denunciando esse desgoverno desde de 2013, de desvio de dinheiro público na prefeitura de Igarassu que é um absurdo e provo tudo que estou dizendo", disse Paulo.

Em outra denúncia, Uchôa conta que apresentou um ofício que declara que em 2017, o prefeito do município virou réu em uma ação por improbidade administrativa que teria sido cometida por conta de um desvio de ver pública.

"Isso também se deu devido a denúncia que eu fiz do contrato que ele fez imoralmente de R$ 17, 5 milhões de reais com a Idesne uma organização social que veio gerir a saúde de Igarassu e que o próprio tribunal de contas em seu relatório que o vereador Paulo Uchôa pediu, afirma que houve desvio de dinheiro público", falou Uchôa.

Numa nota técnica do TCE do ano de 2016, o órgão pede que a prefeitura devolva aos cofres públicos mais de R$ 778 mil reais por ausência de comprovação das despesas dos serviços prestados pelo instituto de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste.

"Não é meia dúzia de bandidos de gravata que vai intimidar o vereador aqui. Vou continuar denunciando sim. Na Secretaria de Educação, para você ter uma ideia fracionaram todas as licitações para beneficiar uma só empresa. A justiça está lenta, quatro anos com uma ação de improbidade e o tribunal mandando devolver dinheiro e até agora nada e tem muito mais para ser denunciado ainda", alegou.

Denúncias

Segundo o vereador, de 2013 à 2019 ele já realizou quinze denúncias contra a atual gestão municipal e em uma delas, a prefeitura teria comprado mil e quatrocentos e quarenta quentinhas para um evento realizado no ano de 2013, onde cada uma delas a quase R$ 32 reais totalizando mais de R$ 45 mil reais só de pratos feitos.

"Eles estão pensando que vão me intimidar, mas não vão. O vereador Paulo Uchôa não irá recuar um milímetro se quer irei continuar denunciando desvio de dinheiro público na prefeitura de Igarassu até o último dia do nosso mandato", relatou.

+VÍDEOS