Caso de polícia

Criança de 2 anos morta afogada em Bom Conselho é enterrada; Padrasto é suspeito do crime


O corpo da criança foi sepultado no Cemitério Santa Maria

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 30/09/2020 às 17:00
Reprodução/Google Street View
FOTO: Reprodução/Google Street View
Leitura:

A criança de apenas 2 anos morta afogada após ser jogada no barreiro pelo próprio padrasto em Bom Conselho, no Agreste de Pernambuco, foi enterrada. O sepultamento foi no Cemitério Santa Maria, na mesma cidade e mobilizou os moradores que pareciam não acreditar no que tinha acontecido.

Em depoimento à polícia, suspeito de 16 anos disse que não gostava da criança e que jogou o menino no barreiro e deixou ele morrer afogado.

Prisão

Segundo a polícia, o suspeito foi autuado em flagrante por homicídio.

Internação

A Promotoria da Infância e da Juventude de Bom Conselho informou que já representou o adolescente à justiça com pedido de internação provisória.

Relembre o crime

Segundo a polícia, o corpo do menino, que estava desaparecido desde o último domingo (27), foi encontrado dentro de um barreiro. Na ocasião, a polícia foi acionada e, depois de ouvir os depoimentos de parentes, chegou até o padrasto da vítima, que confessou o crime. O adolescente disse à polícia que não gostava da criança e que jogou o menino no barreiro e deixou ele morrer afogado.

Nota da Polícia Civil na íntegra

A Polícia Civil de Pernambuco informa que apreendeu por ato infracional, um adolescente de 16 anos, pelo homicídio que vitimou uma criança de 02 anos de idade. O fato aconteceu na tarde do domingo (27), no Sítio Cercadinho, distrito Rainha Izabel, na zona rural de Bom Conselho. A investigação foi iniciada logo após a genitora da criança ir até a delegacia para comunicar o desaparecimento da vítima. Após diligências, a equipe policial identificou o padrasto como autor do homicídio, que confessou o crime em depoimento. O caso está sob o comando do delegado Alyson Câmara, titular da DP de Bom Conselho.

+VÍDEOS