SEQUESTRO

Sequestro relâmpago de comerciante em Iputinga termina em prisão

O comerciante sequestrado diz que os suspeitos afirmaram estar em uma fuga após um homicídio

Sequestro relâmpago de comerciante em Iputinga termina em prisão

Dois suspeitos do sequestro relâmpago a comerciante na Iputinga - Foto: Reprodução/TV Jornal

Um comerciante sofreu um sequestro relâmpago enquanto carregava suas mercadorias em uma combe no bairro da Iputinga, no Recife. Dois homens armados anunciaram o assalto e obrigaram a vítima a entrar no próprio carro. "Eu pensei que eles estavam brincando. Eu só percebi que era um assalto na hora em que me mandaram ir no meio do carro", comenta a vítima. E completa: " Eles pegaram o dinheiro, o celular, e disseram que iam me levar para uma fuga. Ele falou que tinha matado um, a moto dele estava quebrada e eles queriam fugir".

Prisão

A polícia recebeu informações sobre o sequestro e interceptou o veículo pouco tempo depois, no bairro da Caxangá. Os dois homens que estavam na combe e um outro que seguia o veículo com um carro HB20, foram presos em flagrante. Junto a eles foram apreendidos uma pistola 380, um revólver calibre 38 e um outro veículo com a placa clonada. Os suspeitos foram autuados pelos crimes de associação criminosa, extorsão e restrição da liberdade da vítima, roubo e posse ilegal de arma de fogo.

"Existem informes de que eles estariam planejando um assalto a Caixa Eletrônica", informa o Major Saulo Sitônio, comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar (BPM).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.