repercussão

Representante da OAB chama de ''barbárie'' deputado que ofereceu R$ 10 mil para matar suspeito de crime

''A gente não vive mais em tempo de barbárie'', disse a diretora de Direitos Humanos da OAB

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 13/09/2019 às 18:45
Reprodução/TV Ales
FOTO: Reprodução/TV Ales
Leitura:

O deputado estadual, Capitão Assumção (PSL) subiu à tribuna do Assembleia Legislativa do Espírito Santo e ofereceu R$ 10 mil para quem matar o responsável, pelo assassinato de uma jovem, de 26 anos, a tiros, na frente da filha, no município de Cariacica, no Espírito Santo. teve a atitude repudiada pela diretora de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil do Estado (OAB-ES). O parlamentar é capitão aposentado da Polícia Militar e teve a fala transmitida ao vivo, pela TV Ales, durante a discussão do projeto de criação do novo fundo penitenciário no Estado, na quinta-feira (12).

"(Quero pagar) R$ 10 mil do meu bolso para quem mandar matar esse vagabundo. Isso, não merece estar vivo não. Eu tiro do meu bolso para quem matar esse vagabundo aí", afirmou o deputado.

Apuração

O deputado pode ter as declarações apuradas, sobre a possível quebra de decoro, pela Corregedoria-Geral da Assembléia Legislativa.

O caso

A Polícia Civil do Espírito Santo informou que dois homens invadiram a casa, na madrugada da última quarta-feira (11), e atiraram várias vezes.

Mais Lidas