PESQUISA

Pernambuco tem letalidade por coronavírus maior que Mundo; Entenda

Os pesquisadores identificaram que a taxa de letalidade do coronavírus em Pernambuco está em 9,66%

Pernambuco tem letalidade por coronavírus maior que Mundo; Entenda

Os dados fazem parte do levantamento feito pelo Instituto de Redução de Riscos e Desastres de Pernambuco. - Foto: Pixabay

A taxa de letalidade do novo coronavírus em Pernambuco está acima da média nacional e também maior que a da Itália, segundo levantamento feito pelo Instituto de Redução de Riscos e Desastres de Pernambuco. Os pesquisadores identificaram que a taxa de letalidade da doença no Estado está em 9,66%%. O número é o dobro da taxa nacional, que é de 4,6%, e também maior que a letalidade registrada no mundo, de 5,75%. 

Entenda por que

O secretário de Saúde, André Longo, atribui a alta taxa de mortalidade aos testes que estão sendo realizados no Estado. "Pernambuco é aquele que mais fez testes de Síndrome Respiratória Aguda, em todo o Nordeste. A gente tem buscado ampliar essa testagem. Neste primeiro momento, aparece Pernambuco com a maior taxa de mortalidade, que a gente questiona se é o melhor parâmetro, quando a gente sabe que vários casos não estão sendo testados. Quando a vigilância e mais ativa, se destaca fortemente, como é o caso de Pernambuco, os números vão aparecer primeiro. Não quer dizer que, em outros estados, não esteja ocorrendo mais óbitos que em Pernambuco", esclareceu o secretário.

Você pode conferir a coletiva completa, no vídeo abaixo, ou o posicionamento dele sobre o tema, a partir do minuto 35:

>> Saiba se está inscrito no CadÚnico para receber auxílio de R$ 600
>> PMs doam sangue para melhorar estoques do Hemope; veja como ajudar 
>> Hemope tem estoques baixos por causa do coronavírus e convoca doadores
>> Delegacia de Boa Viagem e ONG fazem campanhas para arrecadar doações
>> Hemope faz esquema para doações de sangue na pandemia do coronavírus
>> Coronavírus: HCP e Detran lançam campanhas para arrecadar doações
>> Veja como ajudar e onde procurar ajuda neste cenário de coronavírus 

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.