MEDO

Após morte de MC Pitbull da Firma, população denuncia toque de recolher no Cabo de Santo Agostinho

A morte do MC Pitbull da Firma continua tendo repercussão, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, após ameaças feitas nas redes sociais

Após morte de MC Pitbull da Firma, população denuncia toque de recolher no Cabo de Santo Agostinho

MC Pitbull da Firma foi assassinado no último domingo (24). - Foto: Reprodução: Instagram.

Depois que o corpo do MC Pitbull da Firma foi exumado e queimado, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, as coisas ficaram complicadas para os moradores da região da Praia de Gaibu, onde o MC foi morto. Ameaças vêm sendo divulgadas nas redes sociais.

"É preciso um socorro aqui pra Gaibu, porque nós estamos desabrigados", comentou uma moradora que não quis se identificar. 

>> A morte do MC Pitbull da Firma continua tendo repercussão, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, após ameaças feitas nas redes sociais

Toque de recolher

No centro da Praia de Gaibu só se fala toque de recolher que os moradores receberam pelas redes sociais. No comunicado, um pedido para que as pessoas não saiam de casa a partir das 18h, até às 5h da manhã. O informativo ainda diz: "por causa de um, todos pagam".

>> MC Pitbull da Firma é assassinado, tem corpo tirado do túmulo e incendiado no Cabo de Santo Agostinho

>> Grupo que queimou corpo de MC Pitbull da Firma postou imagens do crime nas redes sociais

Moradores estão assustados, evitando sair de casa nos horários citados. O toque de recolher impactou até na praia, que deixou de ser frequentada. Comerciantes, que dependem do movimento, estão preocupados com a restrição de circulação.

"Muitas pessoas ficam com medo de vir porque não tem aquela segurança total de 100%. Afasta os turista e o povo aque mora aqui já está se mudando", comentou uma comerciante que não quis se identificar. 

A população local cobra policiamento e pede que o núcleo da Polícia Militar da região, que está desativado há anos, volte a funcionar.

Nota da Polícia Civil 

A Polícia Civil de Pernambuco (PC-PE) não se pronunciou. Apenas informou, em nota, que investiga a morte de João Victor (o MC Pitbull da Firma) e a abertura de seu túmulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.