AMEAÇAS

Mensagens com ameaça de massacre assustam pais e alunos de escola particular em Olinda

As mensagens foram escritas nos banheiros do colégio

Fernanda Cysneiros
Fernanda Cysneiros
Publicado em 26/04/2022 às 12:03
Notícia
Wilson Silva/ Tv Jornal
Ameaça de massacre em escola particular de Olinda - FOTO: Wilson Silva/ Tv Jornal
Leitura:

Com informações da repórter Dyandhra Monteiro, da TV Jornal.

Mensagens ameaçadoras indicando a possível ocorrência de um massacre foram encontradas em banheiros de uma escola particular de Olinda. 

Desde então, estudantes e funcionários estão em alerta e, entre as famílias, o sentimento ainda é de medo. 

Assustados, muitos pais não estão levando os filhos para o colégio desde o início da semana. 

De acordo com a mãe de um aluno de 10 anos do 5° ano do Ensino Fundamental, apenas 3 estudantes frequentaram as aulas na segunda (25).

Além disso, ela conta que tudo começou quando algumas mensagens foram encontradas em banheiros da unidade de ensino. 

"Há uns quinze dias atrás estava escrito: 'Vai ter massacre dia 25'", disse.

A mãe da criança é enfermeira e afirmou que, após o ocorrido, decidiu procurar suporte psicológico para o filho. 

Wilson Silva/Tv Jornal
Viaturas da Polícia vigiaram o local da escola nesta terça-feira (26) - Wilson Silva/Tv Jornal

O conselho tutelar e a Polícia foram acionados para investigar o caso.

A escola também entrou em contato com as famílias, na tentativa de tranquilizar os pais e os próprios estudantes.

"No dia 07 de abril deste ano, visualizamos em um dos banheiros femininos, uma mensagem rabiscada de caneta com a exata inscrição a seguir: 'Vai haver um massacre 25/04/22'. Muito embora não tenha havido qualquer ameaça direta ao Colégio, visando resguardar a segurança e o bem-estar de nossa escola, seguimos nosso protocolo de segurança e comunicamos o fato a todos os órgãos competentes nesse assunto.", informou a escola em nota

Além disso, a instituição consultou autoridades policiais, as quais caracterizaram o ocorrido como um "caso de indisciplina, e não de ameaça concreta".

Por fim, a escola informou que realizou "atendimento individualizado para o esclarecimento de todas as dúvidas a respeito dos rabiscos e das medidas tomadas pela escola para garantir a segurança de toda a comunidade escolar".

 

+VÍDEOS