Panelas

IML descarta abuso sexual contra criança de 3 anos raptada em Panelas

Publicado em 28/12/2017 às 15:21
Leitura:

-Reprodução/TV Jornal

Uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (28), na Secretaria de Defesa Social (SDS), na área central do Recife, apresentou o andamento das investigações do sequestro da criança de três anos, que aconteceu no município de Panelas, no Agreste do Estado.

De acordo com o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, a menina não sofreu violência sexual, mas apresentava pelo corpo sinais de descuidos. Ela foi encontrada bastante assustada, em via pública, na cidade de Catende, na Mata Sul, na tarde dessa quarta-feira. A garota passou por exames e foi encaminhada para o conselho tutelar do município de Lajedo.

Médico

De acordo com o médico Flávio Augusto, da Policlínica de Catende, a criança apresentava indícios de abuso sexual, e exames constataram que o hímen da menina havia sido rompido.

O caso

De acordo com a mãe da criança, dois homens desconhecidos pediram água, e quando ela voltou para entregar, eles estavam levando a menina para dentro de um carro. A mulher contou que quando tentou impedir, eles a ameaçaram com uma arma. Os homens fugiram com a criança em um carro Celta branco, com faixas pretas. O veículo foi encontrado na tarde desta quarta-feira (27) no bairro de Massaranduba, em Garanhuns, também no Agreste.

Um vizinho foi levado para prestar depoimento na Delegacia de Bezerros, porque, segundo o depoimento da mãe prestado à polícia, ele teria informado aos suspeitos onde a família morava. O dono do carro foi localizado e informou que teria vendido para uma pessoa desconhecida, há uma semana. Ele também foi ouvido e liberado. O pai da menina não estava em casa no momento do crime.

+VÍDEOS