INQUéRITO

Imip: MPPE investiga suposto esquema de desvio de recursos públicos

TV Jornal

-Reprodução/TV Jornal

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou um inquérito para apurar um suposto esquema desvio de recursos públicos na Fundação Imip. De acordo com os promotores, as investigações da polícia apontam como envolvidos o ex-diretor financeiro e ex-superintendente do Hospital Miguel Arraes, Rodrigo Cabral de Oliveira, além da esposa dele, Viviane Geli Batista, e um amigo do casal, Ricardo Alexandre Pereira de Souza.

No inquérito, os três são acusados de terem desviado cerca de R$ 2,237 milhões da fundação, entre os anos de 2016, 2017 e 2018, através de ordens de pagamento falsas. O caso está sendo investigado pela promotoria de defesa da cidadania, em Paulista.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.