ZONA DA MATA

Homem estrangula companheira e depois comete suicídio em Aliança

Antes de cometer o suicídio, o homem mandou mensagens para familiares

Homem estrangula companheira e depois comete suicídio em Aliança

Segundo informações de familiares, há cerca de seis meses,  eles vêm brigando - Foto: Reprodução/TV Jornal

Uma dona de casa foi morta por estrangulamento pelo companheiro. O caso aconteceu no município de Aliança, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Depois de cometer o crime, ele também tirou a própria vida. 

O casal tinha um relacionamento de 2 a 3 anos. Segundo informações de familiares, há cerca de seis meses,  eles vêm brigando. A vítima foi identificada como Ana Maria Alves Batista, de 54 anos, e o suspeito é o pedreiro Edinaldo Simplício de Lima Ferreira, de 38 anos.

>> Casal de PE morto em Minas: homem matou a mulher e cometeu suicídio

>> Homem escondido em mala de carro mata companheiro de ex e se suicida 

>> Homem é suspeito de matar companheira e dizer que foi suicídio

O crime

Na noite dessa quarta-feira (31), a vítima estava na casa dela, na Rua da União, no centro da cidade, quando o companheiro chegou. Houve uma discussão e ele teria matado a companheira estrangulada. Em seguida, o homem fugiu para a casa da ex-mulher, no distrito de Caueiras.

Suicídio

Segundo familiares, após as brigas o homem costumava se refugiar na casa da ex-companheira. Ele tinha a chave do local. Na garagem, ele chegou a enviar mensagens de áudio a parentes, confessando o crime, e se matou em seguida.

A polícia foi acionada por volta da 00h, e encontrou os corpos, que devem ser transferidos para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. 

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal.

#UmaPorUma

Existe uma história para contar por trás de cada assassinato de mulher em Pernambuco. O especial Uma por uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou  onde as mataram, as motivações do crime, acompanharam a investigação e cobraram a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime. Confira o especial Uma por Uma AQUI.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.