TRANSPORTE

Estações do BRT serão interditadas por causa do vandalismo

Vândalos arrancaram as chapas de alumínio que revestem o piso das estações

Estações do BRT serão interditadas por causa do vandalismo

O tempo previsto para a conclusão dos reparos é de 30 dias - Foto: Reprodução/TV Jornal

O Grande Recife Consórcio de Transporte interditará quatro estações de BRT para reformas. A interdição vai acontecer porque os equipamentos de uso coletivo estão com a estrutura em péssima situação por causa do vandalismo. Numa das estações, que fica na Avenida Cruz Cabugá, foram arrancadas as chapas de alumínio que revestem o piso.

Em outra estação, que fica no Cais do Apolo, o contador de energia foi danificado, além de a luminária e as portas de vidro estarem quebradas.

Não bastasse os estragos causados pelo vandalismo, a imprudência no trânsito também causa danos às estações. Algumas delas estão com a coberta faltando pedaços porque caminhões trafegam na faixa exclusiva para o sistema BRT, o que é expressamente proibido pela sinalização no local.

Interdições

A primeira estação a ser interditada para receber os reparos é a "Istimo", que fica no Cais do Apolo, no Bairro do Recife, área central da capital. Mário Sérgio Cornélio, coordenador de operações do Grande Recife Consórcio, explicou que, apenas para fazer o reparo nessa primeira estação, serão gastos R$ 245 mil. Se não fosse o vandalismo, o dinheiro seria investido em outras atividades do transporte coletivo. Confira todos os detalhes na matéria:

Assista:

A estação permanece fechada por 30 dias, até que os reparos sejam concluídos.

Os usuários que tiverem dúvidas ou reclamações sobre o serviço podem entrar em contato com a central de atendimento ao cliente do Grande Recife Consórcio.

Telefone: 0800 081 0158
WhatsApp: (81) 9.9488.3999

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.