POLíCIA FEDERAL

Advogado pernambucano procurado em 194 países é preso em São Paulo

O advogado teve a prisão preventiva decretada em maio


Advogado pernambucano procurado em 194 países é preso em São Paulo

Ele foi preso em São Paulo - Foto: Reprodução/TV Jornal

Um advogado pernambucano foi preso pela Polícia Federal (PF), nesse domingo (6), no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, quando voltava dos Estados Unidos.

Procurado

Rodolfo José Cottard Giestosa Filho é do Recife, mas estava morando em Portugal, desde maio, quando teve a prisão preventiva decretada. Em julho, o nome dele foi colocado no banco de dados da Interpol, organização internacional de polícia criminal, e passou a ser procurado em 194 países.

>> Polícia Federal realiza operação em empresas clandestinas de segurança privada

>> PF pede tempo para finalizar inquérito sobre a morte de Gabriel Diniz

>> Dois dos 4 suspeitos de hackear autoridades não precisam ficar presos, diz PF

 

Vítimas

De acordo com a PF, ele agia aplicando golpes de emissão de documento de cidadania estrangeira e revalidação de diploma para pessoas que queriam morar ou trabalhar em Portugal ou na Itália. Ainda segundo a Polícia Federal, 34 pessoas relataram ter sido vítimas do advogado.

Aqui em Pernambuco, oito pessoas prestaram queixas nas delegacias da Madalena e Boa Viagem. As vítimas disseram que o advogado cobrava o pagamento adiantado, ente R$ 6,5 mil e 9,5 mil. Ele tem registros na Ordem dos Advogados do Distrito Federal e de Pernambuco, e está preso na custódia da Polícia Federal do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, à disposição da justiça pernambucana.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.