Aumento de preços

Recife é a única capital em que o preço da cesta básica aumentou, diz pesquisa

Saiba quais produtos estão mais caros

ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
ISABEL CRISTINA ARAUJO DO NASCIMENTO
Publicado em 09/10/2019 às 17:10
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Recife foi a única capital brasileira, entre 17 cidades, em que o preço da cesta básica aumentou nos meses de agosto e setembro, de acordo com a pesquisa realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O estudo aponta que o valor subiu 1,50%. Entre os produtos que ficaram mais caros estão o óleo de cozinha, o feijão, a carne de charque, além das frutas e verduras.

Nos supermercados o litro de óleo, dependendo da marca, chega a custar quase R$ 9,00. O feijão, que tem vários tipos, também subiu. O rajadinho, por exemplo, está sendo vendido entre R$5,00 e R$6,00 o quilo. Já o feijão verde está com o valor entre R$8,00 e R$15,00.

Neste mês de outubro, o preço do tomate foi a grande surpresa tanto para os comerciantes quanto para os consumidores. No meio do ano chegou a custar quase R$8,00 e agora pode ser encontrado nas feiras a R$2,50.

Economista

O economista Rafael Ramos explica que, por conta da oscilação dos preços, o ideal é investir apenas nos itens mais necessário do dia a dia. “ Se de fato esse item é essencial para você e não tem como substituir, pesquisar o máximo possível. Caso for substituível, pode buscar uma alternativa mais barata e que seja uma variação de preço menor”, explica o economista.

+VÍDEOS