GRANDE RECIFE

Confira o balanço de incêndios criminosos em ônibus no Grande Recife

Parte da frota de algumas empresas foi recolhida

Confira o balanço de incêndios criminosos em ônibus no Grande Recife

A noite dessa segunda-feira (25) foi de transtornos para passageiros - Foto: Reprodução/TV Jornal

Criminosos atearam fogo em ônibus, na PE-15, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, nessa segunda-feira (25). O  coletivo, da empresa Itamaracá, fazia a linha  TI Igarassu/Dantas Barreto , e  seguia para o Recife, com 20 pessoas.

Um homem teria pedido parada e, ao entrar no veículo, sacou uma arma e obrigou os passageiros a descer. Em seguida, o veículo foi invadido por mais cinco criminosos, que jogaram gasolina, atearam fogo e fugiram. Uma passageira ficou tão desesperada, que desmaiou. O grupo também roubou pertences de passageiros.

Paulista

Criminosos também tentaram incendiar outro ônibus, em Paulista, também na Região Metropolitana do Recife, durante a tarde. Eles viram uma viatura da Polícia Militar e fugiram. As imagens das câmeras do ônibus foram entregues à polícia.

Ibura

Criminosos invadiram um terminal e tocaram fogo em ônibus, no Ibura, na Zona Sul do Recife. Tudo aconteceu por volta das 19h, dessa segunda. O motorista foi surpreendido pelos suspeitos. As chamas não destruíram completamente o veículo, porque os rodoviários que estavam no terminal da Lagoa Encantada apagaram o incêndio. Um extintor falhou e os funcionários tiveram que pegar outro.

 

>> Veja como está a circulação de ônibus no Grande Recife, após incêndios

>> Passageiros relatam que incêndios em ônibus no Grande Recife foram criminosos

>> Após incêndios, veja como está a circulação de ônibus no Grande Recife

 

Transtorno

Durante a noite, empresas que operam transporte público na Região Metropolitana do Recife suspenderam a circulação da frota. Nos terminais integrados, passageiros foram pegos de surpresa. Em Igarassu, os ônibus retornaram às garagens. Sem opções, usuários saíram do terminal  Pelópidas Silveira, em Paulista, para tentar transportes alternativos.

Por volta das 21h,  todos os coletivos  das empresas São Judas Tadeu e Vera Cruz  foram recolhidos do terminal de Cajueiro Seco. No TI Tancredo Neves, os passageiros tentaram concluir o percurso  usando táxi e  transporte por  aplicativo. Caos e tumulto  na integração do Barro,  os veículos voltaram para as garagens.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.