DOIS UNIDOS

Pertences de vítimas de deslizamento são retirados durante limpeza

Sete pessoas morreram e outras três ficaram feridas, na tragédia. Mais de 250 toneladas de entulhos foram retiradas do terreno.

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 26/12/2019 às 11:30
Felipe Ribeiro/ JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

A limpeza no terreno em que aconteceu o deslizamento de terra que deixou sete mortos e três feridos recomeçou por volta da 8h, desta quinta-feira (26), no bairro de Dois Unidos, Zona Norte do Recife. Caminhões e retroescavadeiras removiam o que sobrou da tragédia. Equipes da Defesa Civil , da Compesa e da Polícia Civil estavam reunidas no local.

>> Dor e comoção: avó e neta vítimas do deslizamento são enterradas no Recife

>> Cláudia Bezerra, sexta vítima do deslizamento, é enterrada no Recife

>> Corpos da mãe e bebê vítimas do deslizamento são enterrados no mesmo túmulo, no Recife

>> Veja quem são as vítimas do deslizamento de barreira no Recife

Em meios aos escombros, ainda havia luvas, roupas e objetos pessoais das vítimas. As mesas onde as famílias iam preparar a ceia de Natal também estavam caídas na areia. Na casa onde morreram mãe, pai e filho, soterrados, palavras de gratidão foram escritas por vizinhos, no muro da residência. O local foi interditado pela Prefeitura.

Entulhos

Mais de 250 toneladas de entulhos foram retiradas do terreno. A Compesa deu início às investigações sobre o possível rompimento de cano, que pode ter provocado o deslizamento. Um laudo deve ficar pronto, em até uma semana.

A expectativa agora é para uma reunião, que vai acontecer na tarde de hoje (26), com equipes do Governo e de uma empresa de engenharia contratada pelo Estado para saber de fato o que aconteceu.

Falta de água

Segundo a população, o abastecimento de água no Córrego do Morcego está suspenso, desde a madrugada da última terça, quando a barreira deslizou.

+VÍDEOS