DENÚNCIA

Casos de violência contra idosos aumentam 82% em Pernambuco


Levantamento feito pelo Governo mostra também que a maior parte dos agressores são pessoas próximas aos idosos, como filhos e netos

Gustavo Henrique Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 29/01/2020 às 12:00
Arquivo
FOTO: Arquivo
Leitura:

A violência contra o idoso cresceu, em Pernambuco. Um levantamento feito pelo Governo do Estado mostrou que houve um aumento de 82% no número de casos de idosos vítimas da violência, em 2019. Os parentes são apontados como os principais responsáveis.

>> Vem Idoso permite andar de graça nos ônibus do Grande Recife; saiba como tirar

>> Morre idoso baleado na cabeça pelo filho de 14 anos

De acordo com os dados, o número de denúncias passou de 1.251, em 2018, para 2.845, no ano passado. O que chama atenção é que em 9, de cada 10 casos, segundo a Secretaria de Direitos Humanos de Pernambuco, os agressores são pessoas que estão próximas, como filhos e netos das vítimas.

A agressão física não é a única que atinge os idosos. Também existe a violência psicológica e a financeira. O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, reforça a importância de conhecer a rede de assistência a essa população e de fazer denúncia.

Denúncia

Casos de agressão física são registrados pela polícia como lesão corporal, que tem pena de 1 a 4 anos de prisão. As denúncias de violência contra idosos podem ser feitas presencialmente, no Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa, que fica na Rua Santo Elias, número 535, Espinheiro. Também é possível denunciar pelo telefone: 3182-7641.

>> Família procura idoso que sumiu no Centro do Recife

>> Idoso é encontrado morto e com lençol enrolado no pescoço em Olinda