COLETIVA DE IMPRENSA

Coronavírus: Recife anuncia contratação de mais profissionais de Saúde

Ao todo, um milhão de itens de EPIs serão distribuídos pela Secretária de Saúde do Recife para o combate ao Coronavírus

Coronavírus: Recife anuncia contratação de mais profissionais de Saúde

Além disso, o prefeito Geraldo Julio, também anunciou que será pago uma pensão integral para as famílias dos profissionais de saúde do município que foram vítimas da Covid-19 - Foto: Tião Siqueira/TV Jornal

Nesta terça-feira (7), a Prefeitura do Recife, anunciou em coletiva de imprensa, novos investimentos em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), e a contratação de 658 profissionais de Saúde para trabalhar no atendimento às vítimas do novo coronavírus. Ao todo, um milhão de itens de EPIs estão armazenados e serão distribuídos pela Secretária de Saúde do Recife.

De acordo com o secretário de saúde da cidade, Jailson Correria, os profissionais de saúde podem ficar tranquilos com o número de EPIs que foram distribuídos. "Esse número é suficiente para garantir todo o mês, pelo menos, para toda a rede de saúde do Recife. Não só as unidades que atendem diretamente pacientes com covid-19 ou suspeitas da doença, mas também a rede da cidade do Recife, que atende as pessoas de modo geral", afirmou.

Pensão integral

Além disso, o prefeito Geraldo Julio, também anunciou que será pago uma pensão integral para as famílias dos profissionais de saúde do município que foram vítimas da Covid-19.

>>Cerca de 600 mil já se cadastraram para receber auxílio de R$ 600

>>Auxílio de R$ 600: Bancos não podem usar valor para descontar dívidas

Contratações

Os 658 profissionais que vão reforçar a rede municipal de saúde do Recife para enfrentamento ao novo coronavírus vão atuar nas Unidades Provisórias de Isolamento (UPIs) montadas nas policlínicas, no Hospital da Mulher do Recife (HMR), no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nas unidades de Atenção Básica, Vigilância à Saúde, entre outros.

Do total, são 57 médicos, 109 enfermeiros, 179 técnicos de enfermagem e 313 de apoio (administrativo, maqueiro, vigilante, auxiliar de serviços gerais, entre outros).

Aplicativo

Além disso, do total de profissionais, 605 foram contratados e 53 foram remanejados de outras áreas para o enfrentamento à pandemia, como por exemplo alguns médicos e enfermeiros com comorbidades foram deslocados do atendimento presencial a pacientes com sintomas de doenças respiratórias nas unidades de saúde e passaram a fazer teleorientação aos pacientes com suspeita de covid-19 pelas vídeochamadas do aplicativo “Atende em casa covid-19” (www.atendeemcasa.pe.gov.br).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.