SAÚDE

Coronavírus: uso de álcool em gel pode causar inflamações e coceiras

O médico dermatologista Sérgio Paulo explica o que fazer para evitar reações alérgicas na pele durante o uso do álcool em gel, muito utilizado no combate ao coronavírus

Coronavírus: uso de álcool em gel pode causar inflamações e coceiras

Álcool em gel - Foto: Marcello Casal Jr./ABr

O álcool em gel está sendo muito utilizado na limpeza das mãos por conta da pandemia do Coronavírus, mas o seu uso requer cuidados. Médicos alertam que a substância pode provocar alergias, principalmente em pessoas que têm a pele sensível ou problemas como dermatite. O dermatologista Sérgio Paulo explicou o que fazer para evitar reações na pele. 

"O uso excessivo, principalmente por pessoas que são alérgicas, possuem rinite e outras alergias, podem ser prejudicial. Essas pessoas devem ter um uso mais moderado, pois podem não suportar o produto", afirmou o médico. O produto está sendo bastante utilizado pela população como forma de combate à pandemia causada pelo novo coronavírus.

Confira o recado

Ceramida

O dermatologista Sérgio Paulo indica a utilização de hidratantes a base de ceramida para evitar o ressecamento e inflamações na pele de pessoas alérgicas devido ao uso do produto. "Quando puder, durante o dia, é interessante aplicar cremes hidratantes a base de ceramida, que é exatamente a gordura que falta na pele das pessoas alérgicas", informou. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.