CORONAVíRUS

Acima da média: Recife entre capitais em emergência por Coronavírus

Entre as 27 capitais, Recife está na 6º posição em volume de doentes, com incidência de 339 casos de coronavírus para cada um milhão de habitantes

Acima da média: Recife entre capitais em emergência por Coronavírus

Praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife - Foto: Arnaldo Carvalho/ JC Imagem

Com informações de Cinthya Leite, do JC Online

O Recife é uma das 12 capitais brasileiras que estão em situação de emergência devido ao grande número de casos do novo coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. A informação foi divulgada nessa segunda-feira (13).

A incidência média no Brasil é de 111 casos para cada um milhão de habitantes. Entre as 27 capitais, Recife aparece na sexta posição em volume de doentes, com uma incidência de 339 casos para cada um milhão de habitantes.

As outras 5 cidades com mais incidência são Florianópolis, Macapá, Manaus, São Paulo e Fortaleza, cidade do Nordeste que está logo acima do Recife, na 5º posição.

Os coeficientes de contaminação variam entre 573 casos por um milhão de habitantes, em Florianópolis, a 345 casos por um milhão de habitantes, em Fortaleza.

>> Coronavírus: Brasil tem mais de mil novos casos e 105 mortes em 24h

Mais restrições

O avançar dos casos, na capital pernambucana, tem levado as autoridades a endurecer medidas para conter o coronavírus.

Em um decreto, assinado nessa segunda-feira (13), o governador Paulo Câmara prorrogou por mais uma semana o fechamento dos parques públicos, praias e seus calçadões. De acordo com o governo estadual, a intenção é intensificar o isolamento social e evitar a propagação da pandemia do novo coronavírus no Estado.

>> Pernambuco prorroga prazo de fechamento de praias e parques por causa do coronavírus

Em coletiva de imprensa online, também nessa segunda-feira (13), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, destacou que o Recife é o epicentro da epidemia no Estado, mas acrescentou que os casos confirmados de covid-19 já estão distribuídos em praticamente todo o território pernambucano.

Ele também ressaltou que o cenário dos próximos 30 dias depende muito do comportamento da sociedade, a partir de agora, e reconheceu que a situação no Estado, com manutenção dos recordes diários de casos e mortes, é reflexo do que ele chama da chegada mais forte da epidemia em Pernambuco. 

Hospitais chegando ao limite

Com o registro de 1.154 pessoas que já foram infectadas pelo novo coronavírus e a confirmação de 102 mortes, Pernambuco desponta com uma assistência hospitalar em via de operar no limite. 

Na manhã desta segunda-feira (13), Jailson Correia, secretário de Saúde do Recife, mostrou-se preocupado com o aumento rápido na ocupação dos leitos de UTI regulados pelo município. Segundo ele, 74% das vagas estão ocupadas. 

>> Coronavírus: 74% dos leitos UTI no Recife estão ocupados

Situação no Estado

Nas últimas 24 horas, foram registrados 194 casos do novo coronavírus e mais 17 óbitos no Estado, incluindo uma criança de apenas 7 meses. Com isso, Pernambuco totaliza 1.154 casos confirmados e 102 mortes pela Covid-19.

>> Sobe para 377 o número de profissionais de saúde infectados pela covid-19 em Pernambuco

>> COVID-19: veja como baixar o aplicativo e solicitar auxílio de R$ 600
>> Auxílio de R$ 600: Veja calendário e saiba quando irá receber
>> Coronavírus: auxílio-doença pode ser solicitado ao INSS sem perícia
>> Saiba se está inscrito no CadÚnico para receber auxílio de R$ 600
>> PMs doam sangue para melhorar estoques do Hemope; veja como ajudar 
>> Hemope tem estoques baixos por causa do coronavírus e convoca doadores
>> Delegacia de Boa Viagem e ONG fazem campanhas para arrecadar doações
>> Hemope faz esquema para doações de sangue na pandemia do coronavírus
>> Coronavírus: HCP e Detran lançam campanhas para arrecadar doações
>> Veja como ajudar e onde procurar ajuda neste cenário de coronavírus 

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.