Covid-19

Coronavírus: Pernambuco convoca mais de mil médicos para substituir quem ficou de quarentena


De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, os médicos diaristas devem ser convocados para atuar com pacientes que foram infectados pela covid-19

Com informações do repórter, Michael Carvalho
Com informações do repórter, Michael Carvalho
Publicado em 27/04/2020 às 14:53
ANDRÉA RÊGO BARROS/DIVULGAÇÃO PCR
FOTO: ANDRÉA RÊGO BARROS/DIVULGAÇÃO PCR
Leitura:

A pandemia do novo coronavírus tem provocado baixas nas equipes que estão na linha de frente nos hospitais. Até esta segunda-feira (27), mais de 1.400 profissionais testaram positivo para a covid-19 em Pernambuco. Por isso, o governo estadual anunciou que vai convocar médicos de diferentes especialidades para substituir quem precisou ficar de quarentena.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), mais de mil médicos diaristas devem ser convocados para atuar diretamente ou indiretamente com pacientes que foram infectados por covid-19. Além disso, outros 777 profissionais devem ser chamados para atuar em outras áreas da Saúde.

>>>Coronavírus: Pernambuco confirma 460 novos casos e mais 35 óbitos<<<

Convocação

Segundo o Sindicato dos Médicos de Pernambuco, é preciso intensificar as testagens dos funcionários dos hospitais e convocar aqueles que já foram aprovados em concurso.

O psiquiatra Rodrigo Silva, que estava há cinco anos afastado da função de médico intensivista trabalhando em consultório, foi um dos profissionais que foram convocados pelo governo para trabalhar na UTI auxiliando no tratamento dos pacientes com o vírus. Ele afirma que se tornou ainda mais doloroso informar aos familiares sobre os falecimentos.

Falta de treinamento

O diretor do SIMEPE, Tadeu Calheiros, afirma que os profissionais ainda não contam com um treinamento para cuidar dos internados com coronavírus.

Resposta

Com relação à testagem dos profissionais de Saúde da rede pública e particular, a Secretaria de Saúde informou que 1.488 casos foram confirmados e 982 descartados. A Secretaria disse também que realizou a nomeações de 1.982 profissionais concursados. Desse total, 1.688 já assumiram os cargos nos serviços de saúde.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.