AUXÍLIO EMERGENCIAL

Golpe do auxílio de R$ 600 no WhatsApp: PF alerta para cuidados

O sistema criminoso promete o desbloqueio do auxílio emergencial de R$ 600. Entenda

Golpe do auxílio de R$ 600 no WhatsApp: PF alerta para cuidados

Golpe no Whatsapp promete auxílio de 600 reais - Foto: Pixabay

O novo golpe do coronavoucher, o auxílio emergencial de R$ 600, vem fazendo inúmeras vítimas no país, segundo a Polícia Federal.

A ação acontece da seguinte forma: os criminosos enviam um link para o WhatsApp da vítima, com um falso anúncio de desbloqueio do auxílio emergencial.

>> Auxílio de R$ 600 pode ser sacado a partir desta segunda-feira (27)

>> Mais de 1,9 de brasileiros recebem auxílio de R$ 600 nesta segunda

Assista na reportagem

O sistema criminoso promete o desbloqueio imediato do auxílio emergencial das pessoas que estejam com pendências para conseguir o auxílio de R$ 600. Ao clicar no link, são pedidos os dados pessoais do usuário. Assim, o golpe é efetuado.

Checar a informação

De acordo com o chefe de comunicação da PF, Giovani Santoro, antes de clicar em qualquer link que tenha recebido pelo WhatsApp ou até mesmo pelo Facebook, é importante checar a veracidade da informação.

Orientações da PF

COMO SE PROTEGER:

1. Ao receber uma mensagem deste tipo, desconfie sempre antes de clicar nos links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais.

2. Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos – você pode estar sendo usado por bandidos para espalhar o golpe e prejudicar outras pessoas, inclusive seus parentes.

3. Cuidado com o imediatismo de mensagens tais como: agendamentos liberados até hoje, último dia para o saque, urgente, não perca essa oportunidade, quase sempre tais conteúdos querem fazer com que as pessoas não averiguem a veracidade do conteúdo nas páginas e órgãos oficiais.

4. O desbloqueio e aprovação imediata do auxílio emergencial é falsa porque somente a Caixa Econômica Federal e a Dataprev podem fazer a avaliação, aprovação e desbloqueio dos cadastros das pessoas que tem direito ao benefício do auxílio emergencial.

5. Nenhum órgão do governo federal se comunica solicitando dados e informações dos seus beneficiários ou servidores através de links via WhatsApp;

6. Certifique-se no site oficial da empresa ou governamental sobre a veracidade do que está sendo oferecido, principalmente quando se tratar de supostas promoções, ofertas de dinheiro, brindes, descontos ou até promessas de emprego. Nesse caso, a Caixa Econômica Federal, já esclareceu e alertou que são falsas as informações do link acerca da aprovação imediata do auxílio emergencial

7. Nunca preencha nenhum cadastro, formulário ou pesquisa fornecendo seus dados financeiros ou pessoais através de links enviados pelo WhatsApp, tais como: senha de bancos, cartão de crédito e do benefício do INSS dentre outros.

8. Só faça o cadastro para receber ou liberar o auxílio emergencial no site oficial da Caixa Econômica Federal: www.caixa.gov.br ou nos aplicativos baixados em lojas oficiais das empresas fabricantes dos celulares da Apple (App Store) e da Samsung (Play-Store)

9. Não acesse nenhum site que se diga da Caixa Econômica Federal, sem constar as terminações .gov.br

10. Ao entrar na página da Caixa Econômica Federal verifique se existe um cadeado cinza no canto superior esquerdo da páginaisso atesta que sua conexão não foi interceptada e que o site está criptografado para impedir golpes.

11. Links que levem direito ao cadastro deve ser https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio, ou seja tem que haver o HTTPS onde o “S” corresponde a uma camada extra de segurança;

12. Não marque agendamento para que pessoas compareçam em sua residência sob o pretexto de fazer uma consulta presencial, bandidos podem se aproveitar dessa situação para se passar agentes de saúde e realizar assaltos.

13. Nunca baixe programas piratas para o celular ou computador, tais sites costumam ter a maior concentração de vírus;

14. Instale um bom antivírus em seu celular ou computador e tenha o sistema operacional do seu celular e computador atualizados

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.