DENúNCIA

Mãe não tem notícia da filha com coronavírus há cerca de 1 semana

A mãe fez um apelo à Secretaria de Saúde de Pernambuco para saber como está a filha

Mãe não tem notícia da filha com coronavírus há cerca de 1 semana

Desde o dia 06, quando a paciente entrou na UTI, a família não tem notícias dela. - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Das mais de 14 mil pessoas diagnosticadas com a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, muitas estão internadas sem contato com a família.

É o caso de Rosilene, de 36 anos. Ela está em uma das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Hospital Alfa, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, destinada apenas para os casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus. Desde o dia 06, quando entrou na UTI, a família não tem notícias dela.

Assista na reportagem

Preocupação

A mãe, Lenice Bezerra dos Santos, está desesperada. Contou que a filha estava com a diabetes altíssima e saiu para o hospital sem respiração. "Eu só sei que ela está entubada. Mas isso é muito pouco", relatou a mãe.

De acordo com a família, até esta quarta-feira (13), nenhum médico ligou pra informar como Rosilene está. Sem saber qual o quadro da filha, dona Lenice fez um apelo à Secretaria de Saúde do Estado.

Resposta

Confira, na íntegra, a resposta da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) sobre o caso:

O Hospital de Referência à Covid-19 - unidade Boa Viagem informa que, desde a admissão da paciente citada, já fez contato com o esposo e uma prima da mulher, repassando as informações sobre o seu quadro de saúde. A área responsável também relata que, por mais de uma vez, ao fazer o contato, a ligação foi para a caixa postal. É importante que as famílias forneçam à unidade um contato válido e fiquem atentas às ligações.

A unidade reforça que tem trabalhado para qualificar o programa Visita.com, que foi instituído para possibilitar o contato de familiares e pacientes por meio de videoconferências ou chamadas.

>> Hemope tem 50% de queda no estoque por causa do coronavírus e pede doações de sangue
>> Hospital de Câncer precisa de ajuda para continuar atendendo pacientes
>> Mulher faz apelo por doação de sangue; veja como e onde doar
>> Menina de 3 anos com leucemia precisa de doação de sangue
>> Paróquia do Santíssimo Sacramento de Santo Antônio realiza campanha de arrecadação de máscaras para moradores de rua
>> Coronavírus: Profissionais de saúde do Recife criam campanha para arrecadação de doações
>> Núcleo de Apoio à Criança com Câncer afirma que doações caíram pela metade por causa do coronavírus
>> Pandemia do coronavírus: Lar do Neném pede doações para se manter

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

>> Hemope tem estoques baixos por causa do coronavírus e convoca doadores
>> Delegacia de Boa Viagem e ONG fazem campanhas para arrecadar doações
>> Hemope faz esquema para doações de sangue na pandemia do coronavírus
>> Coronavírus: HCP e Detran lançam campanhas para arrecadar doações
>> Veja como ajudar e onde procurar ajuda neste cenário de coronavírus 

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.