DIFICULDADE

Veja a situação de venezuelanos após incêndio na casa onde moram

Os venezuelanos moram no Centro do Recife e agora enfrentam dificuldades para conseguir comida

Veja a situação de venezuelanos após incêndio na casa onde moram

São 48 venezuelanos morando na mesma casa - Foto: Reprodução/TV Jornal

O grupo de venezuelanos que dormiu na rua, após incêndio no abrigo onde moravam, tenta retomar a rotina, nesta segunda-feira (25). De volta à casa de acolhimento, no bairro dos Coelhos, área central do Recife, eles seguem enfrentando a dificuldade de conseguir comida.

>> Após incêndio onde moravam, venezuelanos passam a dormir na rua no Recife e pedem ajuda

Dentro do imóvel, de 1º andar, as famílias dividem espaço com outras. São 48 venezuelanos, todos juntos, adultos, crianças e bebês, sem máscara ou qualquer outro tipo de proteção.

Em um dos cômodos, os moradores tentavam organizar as roupas, utensílios domésticos e até alimentos, que estavam espalhados pelo chão. Nos colchões e nas redes, mães cuidam dos filhos, enquanto outras crianças brincam na rua, na chuva, misturadas ao lixo que restou do último fim de semana.

Na cozinha, onde o incêndio começou, a parede ficou queimada e, no fogão, panelas que sobraram, após a explosão de gás ainda guardam um pouco de comida, tudo o que eles têm para se alimentar.

>> Com a falta de doações por conta do coronavírus, venezuelanos vivem em situação crítica no Recife

>> Veja como é o Natal de venezuelanos que moram em Pernambuco 

O incêndio

Na calçada da Rua dos Prazeres, no bairro dos Coelhos, área central do Recife, o lixo estava espalhado por toda parte. A explosão aconteceu na última quinta-feira (21), enquanto as famílias preparavam o almoço. Um venezuelano foi atingido pelas chamas e sofreu queimaduras nas pernas. Ele foi encaminhado para o Hospital da Restauração.

Na sexta-feira (22), equipes da Prefeitura distribuíram refeição para os moradores e realizaram uma vistoria no imóvel. A casa foi avaliada pela Defesa Civil e, de acordo com o órgão, a estrutura do imóvel não foi comprometida pelas chamas.

>> ONG distribui 450 refeições para comunidade em Olinda; veja como doar
>> Coronavírus: doação de sangue pode ser agendada respeitando quarentena
>> Hospital de Câncer precisa de ajuda para continuar atendendo pacientes
>> Paróquia do Santíssimo Sacramento de Santo Antônio realiza campanha de arrecadação de máscaras para moradores de rua

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.