CORONAVíRUS

Quarentena rígida em Pernambuco acaba, mas seguem algumas proibições

Confira como foi o primeiro dia do fim do lockdown. Quarentena mais rígida foi implementada para conter disseminação do novo coronavírus

Quarentena rígida em Pernambuco acaba, mas seguem algumas proibições

O dia começou movimentado nas ruas, com veículos circulando livremente, independente das placas - Foto: Wellington Lima / JC Imagem

Esta segunda-feira (1º) é o primeiro dia após o fim do lockdown, estabelecido por decreto do Governo Estadual, em cinco municípios de Pernambuco.

O dia começou movimentado nas ruas, com veículos circulando livremente, sem restrição de placas. No bairro de Afogados, Zona Oeste do Recife, tinha até supermercado com fila de gente esperando abrir.

Já no mercado público e na feira livre, poucos clientes apareceram, no início da manhã. A maioria seguia a orientação do decreto e do cartaz para usar a máscara, mas outros ainda insistiam em não usá-la ou usavam de forma errada.

No bairro de Casa Amarela, na Zona Norte, o fim das medidas mais rígidas da quarentena fez a população sair de casa.

O comércio de serviços essenciais estava funcionando normalmente, assim como a lotérica e a agência da Caixa Econômica Federal. Outros estabelecimentos continuavam fechados.

>> Lockdown não será prorrogado em Pernambuco, mas uso obrigatório de máscara permanece

>> Aulas da rede pública de Pernambuco serão retomadas de forma não presencial

Proibições

De acordo com as novas determinações do Governo sobre o enfrentamento ao coronavírus, continuam valendo no Estado a proibição do uso da praia, calçadões e parques, assim como o funcionamento de shoppings, lojas e prestadores de serviço que não se enquadrem como atividade essencial.

As aulas presenciais continuam suspensas, até 30 de junho. Permanecem proibidos eventos de qualquer natureza, com público e concentração de mais de 10 pessoas, no mesmo ambiente.

O uso da máscara também permanece obrigatório.

>> ONG distribui 450 refeições para comunidade em Olinda; veja como doar
>> Coronavírus: doação de sangue pode ser agendada respeitando quarentena
>> Hospital de Câncer precisa de ajuda para continuar atendendo pacientes
>> Menino de 7 anos precisa de doação de sangue para tratamento
>> Paróquia do Santíssimo Sacramento de Santo Antônio realiza campanha de arrecadação de máscaras para moradores de rua

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

>> Coronavírus: Profissionais de saúde do Recife criam campanha para arrecadação de doações
>> Núcleo de Apoio à Criança com Câncer afirma que doações caíram pela metade por causa do coronavírus
>> Pandemia do coronavírus: Lar do Neném pede doações para se manter
>> Delegacia de Boa Viagem e ONG fazem campanhas para arrecadar doações
>> Coronavírus: HCP e Detran lançam campanhas para arrecadar doações
>> Veja como ajudar e onde procurar ajuda neste cenário de coronavírus 

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada: 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.