PANDEMIA

Coronavírus: Recife recebe 30 respiradores para tratamento de pacientes

Os ventiladores pulmonares vai permitir a abertura de novos leitos para tratamento do vírus na cidade

Coronavírus: Recife recebe 30 respiradores para tratamento de pacientes

Os ventiladores pulmonares já vêm homologados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Na manhã desta terça-feira (9), a Prefeitura do Recife recebeu mais 30 respiradores artificiais para equipar as UTIs dos sete hospitais de campanha municipais para ajudar no tratamento de pacientes internados, nos hospitais de campanha, com o novo coronavírus. Os ventiladores pulmonares que são da marca alemã Hoffrichter, vai permitir a abertura de novos leitos para tratamento do vírus na cidade e já vêm homologados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mas, mesmo com o reforço nos equipamentos, a Secretaria de Saúde do Recife alerta para as consequências do inverno no combate à doença. Confira no vídeo abaixo:

 

Leitos no Recife

Atualmente, o Recife tem 864 leitos em funcionamento, sendo 212 de UTIs. As novas remessas de respiradores estão sendo instalados nos hospitais de campanha da Prefeitura do Recife. Mais de 9.800 pessoas foram atendidas nos sete hospitais de campanha municipais e nas outras duas unidades que têm leitos da prefeitura para pacientes com covid-19. A estrutura já propiciou cerca de 3.200 internações, e mais de 1.400 pessoas já tiveram alta.

Contratações

Além disso, a PCR admitiu 4.172 profissionais como reforço para enfrentamento à pandemia, sendo 3.354 profissionais de saúde, dos quais 622 são médicos, 636 enfermeiros, 1393 técnicos de enfermagem. O número inclui contratados de forma efetiva e temporária para atuação nos hospitais de campanha, no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nas unidades de Atenção Básica, Vigilância à Saúde, entre outros.

Coronavírus em Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta terça-feira (09), 305 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados nesta terça, 131 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 174 como leves. É o menor número confirmado diariamente desde o dia 5 de maio, quando o Estado confirmou 462 casos. Agora, Pernambuco totaliza 41.010 casos já confirmados, sendo 16.091 graves e 24.919 leves.

Além disso, foram confirmadas pela SES-PE 103 mortes ocorridas desde 24 de abril. O aumento no número de mortes no boletim está relacionado ao atraso na informação sobre a ocorrência dos óbitos pela rede hospitalar. Do total, 60 óbitos (58,2%) ocorreram entre o dia 24 de abril e 05 de junho e 43 (41,8%) foram registrados nos últimos 3 dias. Com isso, o Estado totaliza 3.453 mortes pela doença.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.