ORIENTAçõES

Dia dos Namorados: Procon-PE dá orientações para compras de presentes

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o dia dos namorados será celebrado de maneira diferente

Dia dos Namorados: Procon-PE dá orientações para compras de presentes

Cesta de Dia dos Namorados com ingredientes da receita - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

Na próxima sexta-feira (12), será comemorado o Dia dos Namorados. Porém, devido a pandemia do novo coronavírus a data será celebrada de maneira diferente. Porém, quem disse que não há possibilidades de presentear o parceiro (a)? Pensando nisso, o Procon Pernambuco listou algumas orientações para os namorados, caso os consumidores forem à algum lugar que já esteja com o funcionamento liberados pelo Governo Estadual ou que deseja fazer comprar onlines no dia que celebrar o amor. Veja as orientações abaixo:

 

Motéis e Hotéis 

O consumidor deve ficar atento as medidas de higiene adotadas pelo local, para evitar o contágio do coronavirus. Lembrando que ambos têm a obrigação de prestar esclarecimentos quanto à informação de preços praticados. Os preços dos itens contidos no frigobar também devem ser informados. O consumidor deverá observar a validade dos mesmos.

Flores e Cestas

Flores: Nesta época de Dia dos Namorados, com o aumento da procura, ocorre a elevação dos preços. Não deixe de verificar o valor do frete. Tudo deve ser feito por escrito: tipo de flores ou arranjo, horário, local e mensagem. Solicite confirmação da entrega e exija nota fiscal.

Cestas: Verifique se todos os itens estão dentro do prazo de validade e exija que não haja contato direto dos produtos alimentícios com produtos químicos (cosméticos, por exemplo) ou com flores. Solicite que o fornecedor confirme a data da entrega.

Compras online

Faça as compras de Dia dos Namorados de site que você confia, conhece e já utilizou;

Cuidado com e-mails e sites fraudulentos. O recomendado é entrar diretamente no site da loja e não por meio de links duvidosos enviados por e-mail e que aparecem em outras redes sociais;

Guarde todos os registros de sua compra, como e-mails de confirmação, códigos de localização e de realização da compra;

Evite fazer a compra utilizando computadores de terceiros ou por meio de redes wi-fi públicas.

Opte por pagamentos online. Evite ter contato com a máquina de cartão durante a entrega. É seguro para o cliente e para o vendedor.

Troca

No caso de compras virtuais ou por catálogo, o consumidor não pode experimentar nem verificar qual é o material usado na fabricação nem tem como avaliar o produto em mãos. Mas, o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) garante ao cliente o direito de arrependimento pela compra. Amparado na lei, o comprador pode pedir a troca ou a devolução da mercadoria em sete dias, sem justificar os motivos nem sofrer penalidade, contando a partir do dia que produto chegue na residência.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.