COVID-19

Recife flexibiliza regras para estacionamentos e circulação em supermercados do Recife

A medida de flexibilização para estacionamentos e supermercados se deu diante da redução de casos de coronavírus no Recife

Recife flexibiliza regras para estacionamentos e circulação em supermercados do Recife

Medidas de restrição foram flexibilizadas nos supermercados do Recife - Foto: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM

Na manhã desta quinta-feira (18), o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, informou, durante pronunciamento, a flexibilização das medidas restritivas para supermercados da capital pernambucana. Serão retiradas as restrições de vagas de estacionamento nos supermercados, da quantidade de pessoas por carro e do número de pessoas da mesma família para entrada na loja, a partir da próxima segunda-feira (22). Porém, fica mantido o limite de 50% da capacidade dos supermercados, a obrigatoriedade de álcool em gel na entrada e no caixa, além do distanciamento físico das pessoas nesses estabelecimentos.  A medida foi possível em função da queda dos indicadores da pandemia no Recife, que há mais de 30 dias registra diminuição no número de casos do novo coronavírus

“Devido à evolução dos indicadores da pandemia, que estão em queda há mais de 30 dias, vamos retirar a restrição de vagas de estacionamentos nos supermercados e da quantidade de pessoas por carro e para a entrada na loja. Permanecem o limite de 50% da capacidade dos supermercados, o álcool em gel na entrada e nos caixas, e o distanciamento físico das pessoas nesses estabelecimentos comerciais, explicou o prefeito Geraldo Julio.

Medidas de restrição

As medidas de restrição anunciadas no dia 13 de abril determinaram que todos os supermercados observassem a presença de apenas um cliente por família, por atendimento; que fechassem dois terços das vagas de estacionamento e restringissem a capacidade da loja à metade. Agora, só permanecem o limite de 50% de capacidade dos supermercados e a obrigatoriedade da disponibilização de álcool em gel para os clientes dos estabelecimentos comerciais.

>>Reabertura: Governo de Pernambuco divulga data de liberação de templos religiosos

>>Veja como será retomada das atividades dos shoppings do Grande Recife

Kits

Na ocasião, o prefeito também anunciou a 5º entrega de kits para os alunos da Rede Pública de Ensino, com números girando em torno de 400 mil kits de cestas básicas e 500 mil kits de higiene e limpeza. No total, são 5 milhões de quilos de produtos entrega às famílias. Além disso, foram disponibilizados, segundo a Prefeitura, 383 mil kits pedagógicos e de material complementar "para estimular os alunos durante o isolamento social."

Queda de casos

Em entrevista coletiva realizada nessa quarta-feira (17), o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e o secretário de Saúde do município, Jailson Correia, afirmaram que a capital pernambucana atingiu a marca de 31 dias de diminuição dos novos casos de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Coronavírus em Pernambuco

Nesta quinta-feira (18), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou 1.180 novos casos do novo coronavírus em Pernambuco. Entre os confirmados, 1.028 (87%) são casos leves e 152 (13%) se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Agora, Pernambuco totaliza 48.626 casos confirmados, sendo 17.718 graves e 30.908 leves. Além disso, foram confirmados 48 óbitos ocorridos desde o dia 25 de abril. Com isso, o Estado totaliza 4.057 mortes pela Covid-19.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.