REABERTURA

Retorno de igrejas e templos: alguns não reabrem e público é restrito

Alguns líderes religiosos decidiram que é muito cedo para normalizar as atividades. Além disso, igrejas e templos voltam com proibição de alguns públicos

Retorno de igrejas e templos: alguns não reabrem e público é restrito

A notícia da reabertura dos templos dividiu opiniões de líderes religiosos. - Foto: Marcelo Aprígio/JC

O Governo de Pernambuco anunciou, nessa quinta-feira (17), a volta das atividades nos templos religiosos, a partir da próxima segunda-feira (22). No entanto, em meio à pandemia do novo coronavírus, a notícia foi recebida com cautela e alguns líderes decidiram não reabrir as portas, por enquanto.

Não abrem

A notícia da reabertura dos templos dividiu opiniões de líderes religiosos. Para a presidente da Federação Espírita de Pernambuco, Cristina Pires, a volta foi prematura. A orientação para as 430 casas espíritas do Estado é de não reabrir.

O Babalorixá Pai Ivo, do Terreiro de Xambá, viu com cautela a reabertura dos templos. Ele também decidiu por não realizar eventos religiosos por enquanto.

>> Câmara do Recife aprova pedido de reabertura de templos religiosos

>> Coronavírus: Prefeito de São Lourenço da Mata pede o retorno das igrejas

>> Reabertura: Governo de Pernambuco divulga data de liberação de templos religiosos

Vai esperar um pouco

Já o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, vê com bons olhos à volta dos fiéis as celebrações, nas igrejas católicas.

No entanto, mesmo podendo reabrir já na próxima segunda-feira (22), as 143 paróquias só irão retornar as atividades no dia 27 de junho. Tempo necessário para atender às exigências do decreto.

O presidente da Convenção Batista de Pernambuco, Alberto Freitas, também comemorou a volta dos fiéis às igrejas evangélicas.

>> Após quase 90 dias de portas fechadas, salões de beleza, barbearias e clínicas de estética voltam a funcionar

>> Escolas particulares de Pernambuco se preparam para volta às aulas presencial

>> Shoppings do Grande Recife se preparam para receber público

Protocolo

Mesmo com os números em queda do novo coronavírus (covid-19), o plano de reabertura das igrejas e templos só poderá ser feito seguindo um novo protocolo, que contém 22 pontos. Todos têm o objetivo de garantir a proteção dos fiéis e o distanciamento social, em tempos de pandemia.

Entre as medidas, estão o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento de um metro e meio entre as pessoas. Os templos deverão disponibilizar acesso a pias, além de álcool em gel, em todos os acessos.

>> Reabertura do varejo de rua: Confira as regras e como ficam as lojas

>> Coronavírus: Veja o cronograma completo do retorno das atividades não essenciais em Pernambuco

>> Caso os índices do coronavírus voltem a aumentar em Pernambuco, plano de retomada das atividades pode ser cancelado

Público

Crianças menores de 10 anos e idosos com mais de 60 anos permanecem proibidos de frequentar os locais. Apenas 30% do espaço dos templos poderão ser ocupados pelos fiéis e deverão ser desinfetados, após cada celebração.

Em coletiva, o secretário de Sáude do Estado, André Longo, informou que haverá fiscalização nos locais para saber se as medidas estão sendo seguidas.

Líderes religiosos

No plano de reabertura das atividades do Governo de Pernambuco, as igrejas vão poder reabrir a partir da segunda-feira (22), mas com limitações. Os líderes religiosos já estão se programando para que o retorno seja seguro.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.