GARAGEM FECHADA

Ex-funcionários da empresa de ônibus impedem saída de coletivos da garagem no Recife

Mais de 380 rodoviários foram demitidos da empresa Metropolitana e dizem não ter recebido os direitos trabalhistas. Eles fecharam a garagem, impedindo a saída dos ônibus

Ex-funcionários da empresa de ônibus impedem saída de coletivos da garagem no Recife

Ônibus saíram lotados do terminal, na manhã desta sexta-feira (19) - Foto: Bruno Campos / JC Imagem

O Terminal Integrado do Barro, na Zona Oeste do Recife, amanheceu caótico, nesta sexta-feira (19). Passageiros se aglomeravam, revoltados, por causa de um protesto de ex-funcionários da empresa Metropolitana.

O terminal foi um dos mais prejudicados com o ato, que acontece desde a madrugada. Sem ônibus para trabalhar, os passageiros chegaram a fechar a entrada do terminal.

>> Quarentena: Uso de máscaras nos ônibus é obrigatório para passageiros

>> Aglomerações continuam no Grande Recife e Defensoria Pública pede ônibus apenas com passageiros sentados

Manifestação

Os rodoviários impediram a saída de cerca de 170 ônibus da garagem da empresa, que fica em Jardim Uchôa, em forma de protesto. Segundo a categoria, a situação dos rodoviários que fizeram o protesto é de muita dificuldade. Mais de 380 foram demitidos da empresa e não receberam os direitos trabalhistas, conforme afirmam.

Adelia Cardoso é cobradora e perdeu o emprego no dia 31 de março, mas sequer conseguiu receber o seguro-desemprego. Segundo ela, em casa, falta tudo, principalmente, comida.

>> Ônibus e terminais sem distanciamento social e com aglomerações no Grande Recife

>> Cobrador é assassinado durante assalto a ônibus na Estrada da Muribeca, em Jaboatão

>> Passageiros sofrem com ônibus lotados e medo de contaminação do coronavírus no Recife

Aglomeração

A aglomeração no terminal é perigosa, em plena pandemia de covid-19 (novo coronavírus). Com a chegada da equipe da TV Jornal, ônibus da empresa Vera Cruz, que também opera no terminal, foram emprestados para levar parte dos passageiros. Os veículos saíram lotados.

Ônibus de outras empresas da Zona Norte chegaram para amenizar o problema. Segundo a gerente e fiscalização do Grande Recife, Kátia Sena, o protesto pegou até mesmo o consórcio de surpresa.

Notas

Confira a nota do Grande Recife Consórcio:

O Grande Recife informa que foi surpreendido, novamente, na manhã desta sexta-feira (19) com um protesto do Sindicato dos Rodoviários em frente à garagem de ônibus da Metropolitana. Até às 6h nenhum dos 172 coletivos da empresa que estão programados para circular hoje saiu da garagem, comprometendo a operação nos terminais Jaboatão, Barro, Macaxeira, Santa Luzia e Recife.

Confira a nota da Urbana-PE:

A Urbana-PE informa que mais uma vez o Sindicato dos Rodoviários impede a circulação dos ônibus na Região Metropolitana do Recife. Na manhã desta sexta (19), o sindicato bloqueou a saída da frota da Empresa Metropolitana, deixando desatendidas todas as linhas operadas pela empresa e prejudicando a população. A Urbana-PE faz um apelo ao Sindicato dos Rodoviários para que se abstenha de promover paralisações no serviço, conforme determinação judicial, especialmente durante a pandemia. Interromper o serviço dos ônibus agrava ainda mais os desafios da mobilidade urbana no contexto atual, compromete a operação e provoca atrasos e aglomerações nos terminais e paradas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.